Meteorologia

  • 03 MARçO 2021
Tempo
19º
MIN 10º MÁX 21º

Edição

Porta voz de Mayan diz que projeções confirmam "onda liberal"

O porta voz da candidatura de Tiago Mayan Gonçalves, Rodrigo Saraiva, afirmou que as projeções confirmam a "onda liberal" nas eleições presidenciais que se realizaram hoje.

Porta voz de Mayan diz que projeções confirmam "onda liberal"
Notícias ao Minuto

20:37 - 24/01/21 por Lusa

Política Presidenciais

"É certo que não haverá uma segunda volta e, portanto, as eleições presidenciais terminam hoje, e a segunda coisa que podemos já concluir é que a onda liberal que o Tiago Mayan falou confirma-se", salientou Rodrigo Saraiva, na sede de campanha improvisada, num restaurante do Porto.

Para o porta-voz da candidatura liberal, as projeções confirmam "que a decisão do Tiago em avançar para estas eleições, a decisão da Iniciativa Liberal (IL) em apoiar o Tiago nesta caminhada foram decisões corretas, porque havia um eleitorado que não podia ficar órfão, havia um eleitorado que queria um candidato que representasse uma visão liberal, moderada e humanista e as projeções confirmam que essa foi uma decisão acertada".

Rodrigo Saraiva salientou que esta "uma visão liberal para a sociedade começou nas Europeias, passou pela Madeira, confirmou-se nas legislativas, confirmou-se também nas regionais dos Açores e confirma-se agora nestas presidenciais".

"A IL, o Tiago Mayan, uma visão liberal e moderada para a sociedade veio para fazer parte do jogo democrático e veio para ficar", sublinhou.

As projeções da RTP, SIC e TVI apontam para uma vitória de Marcelo Rebelo de Sousa nas presidenciais de hoje, com a socialista Ana Gomes em segundo e André Ventura, do Chega, em terceiro.

Com estes resultados, em que Marcelo tem mais de 50%, o atual Presidente da República ganha as eleições à primeira volta, de acordo com estas três projeções.

A sondagem da TVI (Pitagórica) avança com a vitória de Marcelo Rebelo de Sousa, que deverá ter entre 56,4% e os 60,4% dos votos, seguido de Ana Gomes, com 12,2% a 16,2%

A projeção da TVI coloca André Ventura em terceiro lugar, com 9,9% a 13,9 dos votos. Tiago Mayan terá, segundo esta sondagem, entre 6,3% e 12,3%, Marisa Matias entre 2,2% e 6,2% e João Ferreira entre 2,1% e 6,1%.

Vitorino Silva, na última posição, terá, segundo esta projeção, entre 0,9% e 4,9% da escolha dos portugueses.

A sondagem da Universidade Católica para a RTP dá entre 57% e 62% dos votos a Marcelo Rebelo de Sousa, valor suficiente para que o recandidato ganhe à primeira volta, uma vez que só necessita de mais de 50%.

Quanto ao segundo lugar, a sondagem para a RTP dá vantagem à socialista Ana Gomes, com 13% a 16%, ficando André Ventura, do Chega, em terceiro, com valores entre os 9% e os 12%.

Em quarto lugar, empatados, surgem os candidatos Marisa Matias (BE) e João Ferreira (PCP), com um resultado entre os 3,5% e os 5,5%.

Tiago Mayan Gonçalves, candidato da Iniciativa Liberal, fica nesta projeção entre os 3% e 5% e Vitorino Silva consegue 2% a 4% dos votos.

A projeção da SIC, divulgada às 20:00, aponta para vitória de Marcelo Rebelo de Sousa, com uma votação entre os 55,5 e os 60,5 %.

Segundo a SIC, o segundo lugar não está ainda decidido, com Ana Gomes a obter uma votação entre os 13,1 e os 17,1%, e André Ventura, entre 10,1 e 14,1% dos votos.

Para João Ferreira, a SIC estima uma votação entre 3,3 e 6,3%, e para Marisa Matias entre os 2,4 e os 5,4%.

Tiago Mayan Gonçalves deverá conseguir obter entre 2,3 e 5,3% dos votos e Vitorino Silva entre os 1,3 e 3,3%.

Os dados divulgados pela SIC foram apurados por uma sondagem à boca das urnas ISCTE/ ICS/GFK Metris para o canal da Impresa.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório