Meteorologia

  • 27 FEVEREIRO 2021
Tempo
12º
MIN 11º MÁX 20º

Edição

Três sondagens, um 'resultado'. Marcelo vence e Ana Gomes fica em segundo

Três sondagens para as eleições presidenciais do próximo domingo são unânimes em dar a vitória ao atual chefe de Estado e recandidato Marcelo Rebelo de Sousa. Luta pelo segundo lugar mantém-se acesa, mas dados mostram que Ana Gomes deverá levar a melhor sobre André Ventura.

Três sondagens, um 'resultado'. Marcelo vence e Ana Gomes fica em segundo

Há candidatos que não comentam sondagens porque defendem que a única que conta é a de dia 24 de janeiro, quando os portugueses se dirigirem às urnas para demonstrarem a sua intenção de voto e, neste caso, quem querem ver em Belém nos próximos cinco anos. Contudo, os estudos hoje revelados mostram que o atual chefe de Estado, Marcelo Rebelo de Sousa, se prepara para vencer a eleição à primeira volta, enquanto a renhida luta pelo segundo lugar - entre Ana Gomes e André Ventura -, deverá pender a favor da embaixadora socialista.

Neste que é o último dia de campanha e que antecede o dia de reflexão nacional, uma sondagem da Aximage para a TSF/DN/JN, dá conta que Marcelo Rebelo de Sousa vence as eleições à primeira volta com 59,4%, seguido da socialista Ana Gomes. Relativamente ao estudo do mês anterior, o Presidente recandidato, com o apoio do PSD e CDS-PP, perdeu 1,7 pontos.

O barómetro dá à ex-eurodeputada 15,4% das intenções de voto, o mesmo o resultado do estudo de dezembro, estando 5,4 pontos percentuais à frente de André Ventura, candidato e deputado do Chega, de extrema-direita, que tem 9,7%, mais 1,7 pontos comparando com o mês anterior.

João Ferreira, o candidato apoiado pelo PCP, surge com 5%, 0,7 pontos percentuais à frente de Marisa Matias, candidata do Bloco de Esquerda, Marisa Matias, que tem 4,3% no estudo da Aximage.

Tiago Mayan Gonçalves, da Iniciativa Liberal, surge com 3,3% das preferências dos inquiridos, que é dos candidatos que mais sobe (2,2 pontos percentuais) relativamente ao estudo do mês anterior. Vitorino Silva, o líder do partido RIR, mais conhecido por Tino de Rans, está na última posição com 1,5%.

Eurosondagem também dá vitória a Marcelo (à primeira volta)

Outro estudo, da Eurosondagem para o Porto Canal e o semanário Sol, refere que Marcelo Rebelo de Sousa, ganha as eleições de domingo à primeira volta, com 61,8%, e a ex-eurodeputada socialista Ana Gomes fica em segundo, com 13,6%.

A sondagem coloca o candidato do Chega, André Ventura, no terceiro lugar, com 10,0%, menos 3,6 pontos percentuais do que Ana Gomes.

Marisa Matias, apoiada pelo BE, surge na quarta posição, com 6%, mais 1,2 p.p. que o candidato comunista João Ferreira, que recolhe 4,6%. O candidato apoiado pela Iniciativa Liberal, Tiago Mayan Gonçalves, obtém 2.1% e Vitorino Silvafica-se por 1,7%.

Sem a distribuição dos 15,5% de entrevistados que não souberam ou quiseram responder, Marcelo obtém 52,2%, Ana Gomes 11,5, André Ventura 8,4%, Marisa Matias 5,1%, João Ferreira com 4,1%, Tiago Mayan Gonçalves com 1,8% e Vitorino Silva 1,4%.

ISCTE/ICS mostra descida significativa de Marcelo

A sondagem do ISCTE/ICS para a SIC e o Expresso revela que Marcelo Rebelo de Sousa perdeu oito pontos desde o passado mês de dezembro, passando de 66% para 58% das intenções de voto. Apesar deste dado, o atual Presidente deverá, de acordo com o estudo, manter-se em funções nos próximos cinco anos.

O segundo lugar surge renhido, com a luta entre Ana Gomes e André Ventura a estar mais 'empatado'. A socialista subiu para os 14,5%, enquanto o líder do Chega! atinge os 12,5% das intenções de voto. Esta diferença de dois pontos fica dentro da dentro da margem de erro da sondagem (3%).

Em quarto lugar, surgem Marisa Matias e João Ferreira, ambos com 6% das intenções de voto.

As eleições presidenciais, que se realizam em plena epidemia de Covid-19 em Portugal, estão marcadas para domingo e esta é a 10.ª vez que os portugueses são chamados a escolher o Presidente da República em democracia, desde 1976.

De lembrar que concorrem às eleições sete candidatos, Marisa Matias (apoiada pelo Bloco de Esquerda), Marcelo Rebelo de Sousa (PSD e CDS/PP) Tiago Mayan Gonçalves (Iniciativa Liberal), André Ventura (Chega), Vitorino Silva, mais conhecido por Tino de Rans, João Ferreira (PCP e PEV) e a militante do PS Ana Gomes (PAN e Livre).

Leia Também: Debate com 7 menos 1. "Querelas ideológicas" e privados "perto do limite"

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório