Meteorologia

  • 25 OUTUBRO 2021
Tempo
15º
MIN 14º MÁX 23º

Edição

PS/Porto quer suspensão do pagamento dos parquímetros em toda a cidade

O PS/Porto defendeu hoje a suspensão do pagamento nos parcómetros em toda a cidade, em vez de ser apenas na zona ocidental da cidade, mostrando-se disponível para viabilizar o acordo com o concessionário.

PS/Porto quer suspensão do pagamento dos parquímetros em toda a cidade
Notícias ao Minuto

18:21 - 19/01/21 por Lusa

Política Covid-19

Num comunicado, a concelhia socialista mostrou-se "surpreendida" com a decisão da autarquia de suspender o pagamento dos parquímetros nas zonas da Foz, Aviz e Pinheiro Manso e manter a cobrança nas restantes zonas da cidade, pelo questionou o executivo acerca desta medida.

A Câmara do Porto anunciou que, a partir de segunda-feira, na zona ocidental da cidade, onde o município detém diretamente a operação, fica suspenso o pagamento do estacionamento na via pública devido à covid-19.

Para os eleitos pelo PS, tal como sucedeu no primeiro confinamento geral em 2020, a medida deve abranger outras zonas com estacionamento pago e não apenas as zonas da Foz, Aviz e Pinheiro Manso.

"As razões invocadas, sobretudo as que dizem respeito à proteção dos residentes, aplicam-se da mesma forma em grande parte da área concessionada com estacionamento pago. Propomos assim que, também nessa área concessionada, seja suspensa a cobrança de estacionamento", defendem os socialistas numa missiva enviada ao presidente da Câmara do Porto, o independente Rui Moreira.

Os vereadores do PS manifestam-se "disponíveis para assumir as suas responsabilidades viabilizando o acordo que será necessário estabelecer com o concessionário".

Desde 2016 que a EPorto detém a concessão do estacionamento pago na via pública da cidade do Porto, tendo arrecadado entre 2016 e 2019, mais de 13 milhões de euros de receita para o município.

Numa nota publicada no domingo na sua página oficial, a autarquia explica que o objetivo da medida é "conferir uma maior liberdade aos residentes, numa época em que se antecipa uma redução substantiva da procura de estacionamento de rotação, ao mesmo tempo que permite ao município encetar todos os trabalhos conducentes à reorganização do estacionamento que se impunha por força das obras de repavimentação na zona da Foz e da criação de novas bolsas para residentes em toda a zona".

De acordo com o município, implementada em janeiro de 2020, a Zona de Estacionamento de Duração Limitada (ZEDL) da Foz, Aviz e Pinheiro Manso constituiu uma medida fundamental para o equilíbrio das condições de mobilidade nesta área do Porto, apoiando o comércio local, a atratividade dos serviços e protegendo os moradores que, na sua grande maioria, passaram a dispor de capacidade de estacionamento na via pública numa área da cidade onde a taxa de motorização é das mais elevadas e a capacidade de estacionamento limitada.

No atual quadro de confinamento geral, a Câmara do Porto determinou também que a partir de hoje, a título excecional, será autorizado o estacionamento a todos os residentes que ainda aguardam a emissão de avença ou que até à data viram os seus pedidos recusados por falta de quota.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório