Meteorologia

  • 02 MARçO 2021
Tempo
10º
MIN 8º MÁX 18º

Edição

Deve haver "alargamento da 'linha branca' de transportadora marítima"

O deputado social-democrata açoriano João Bruto da Costa, eleito pela ilha Graciosa, defendeu hoje o alargamento da "linha branca" da transportadora marítima Atlânticoline, que contempla o grupo central do arquipélago.

Deve haver "alargamento da 'linha branca' de transportadora marítima"
Notícias ao Minuto

17:13 - 16/01/21 por Lusa

Política Açores

Num requerimento enviado à Assembleia Legislativa dos Açores, o parlamentar João Bruto da Costa reivindica que, durante 2021, seja promovido um "alargamento, por maior período de tempo, da ligação marítima de passageiros e viaturas em todo o grupo central", através da "linha branca" da Atlânticoline, empresa de capitais públicos.

A "linha branca" contempla, às segundas e sextas-feiras, todas as ilhas do grupo central dos Açores: Faial (Horta), Pico (Cais do Pico), São Jorge (Velas), Graciosa (Praia) e Terceira (Praia da Vitória).

No requerimento, o deputado refere que "os tempos são de grandes desafios e de enormes responsabilidades", pelo que "o cumprimento do contrato eleitoral não pode ser adiado, ainda que se hierarquizem opções, obedecendo a um exercício governativo de transformações de procedimentos e novas políticas".

O social-democrata recorda que "um dos objetivos do programa do XIII Governo Regional é a criação de um verdadeiro mercado interno regional, que permita potenciar a economia das diferentes ilhas e do todo regional, visando igualmente alcançar uma autonomia agroalimentar que permita a diminuição das importações e a criação de emprego e riqueza nos Açores".

De acordo com João Bruto da Costa, a ilha Graciosa "suspira politicamente por soluções e concretizações que elevem o seu potencial produtivo a um patamar que se deseja, e que está bem aquém de qualquer utopia sócio-política ou económica".

Na sua opinião, "caberá ao novo governo açoriano fazer com que ilhas com capacidade produtiva de excelência, como é o caso da Graciosa, deixem de viver de promessas sempre adiadas, como aconteceu nos últimos 24 anos, sendo fundamental implementar o mercado interno regional, assente na regularidade de transportes marítimos que são essenciais para um futuro de oportunidades e empreendedorismo".

O parlamentar defende que, "para terminar com as indefinições a que o passado habituou, urge assumir a regularidade e fiabilidade das soluções", pelo que "a progressiva implementação de uma linha regular, baseada na designada 'linha branca' da Atlânticoline, exige decisão e coragem política".

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório