Meteorologia

  • 03 FEVEREIRO 2023
Tempo
MIN 5º MÁX 17º

Isabel Soares com Ana Gomes? "Ajude a dar fim a inclinações popularuchas"

Porfírio Silva recorreu ao Facebook para sublinhar e comentar o facto de a filha de Mário Soares ser a mandatária nacional da campanha da candidata à Presidência da República.

Isabel Soares com Ana Gomes? "Ajude a dar fim a inclinações popularuchas"
Notícias ao Minuto

08:07 - 10/12/20 por Notícias Ao Minuto

Política Porfírio Silva

"Como não voto Marcelo Rebelo de Sousa para Presidente da República, ando a ver o que acontece nas candidaturas presidenciais à esquerda". É desta forma que começa um texto escrito pelo socialista Porfírio Silva, e colocado nas redes sociais, onde o deputado comenta a candidatura de Ana Gomes, nomeadamente o facto de Isabel Soares, filha do histórico Mário Soares, ser a mandatária nacional da campanha a Belém.

"Não tendo intenção de votar Ana Gomes", o parlamentar afirma que regista, "no entanto, a relevância de, ao que dizem as notícias, essa candidatura contar com Isabel Soares como mandatária nacional". E prossegue: "Espero, sinceramente, que ajude a dar um fim aos traços de repentismo e inclinações popularuchas que têm surgido no comportamento da candidata".

Porfírio Silva 'aproveita' a mesma publicação para deixar uma farpa ao atual Presidente da República, apontando que "para misturar 'convicções pessoais' com exercício da primeira magistratura já nos basta o actual inquilino..."

O post do socialista termina com o que diz serem "duas boas notícias ligadas a Isabel Soares": "que a Fundação Mário Soares passou a ser Fundação Mário Soares e Maria Barroso (justíssimo) e que Isabel Soares assumiu a liderança da Fundação (uma esperança)".

De lembrar que Marcelo Rebelo de Sousa apresentou a sua candidatura à Presidência da República no passado fim de semana, na pastelaria Versailles, em Belém, tornando-se no Presidente eleito em Democracia a anunciar mais tarde a sua recandidatura ao cargo - a 48 dias das eleições e 92 dias antes do fim do mandato.

Com o anúncio de Marcelo, são já nove os pré-candidatos às eleições marcadas para 24 de janeiroAna Gomes, André Ventura, Bruno Fialho, João Ferreira, Marcelo Rebelo de Sousa, Marisa Matias, Paulo Alves, Tiago Mayan e Vitorino Silva

Apesar das manifestações de vontade, as candidaturas a Presidente da República só são válidas depois de formalmente aceites pelo Tribunal Constitucional, e após a apresentação e verificação de um mínimo de 7.500 e um máximo de 15 mil assinaturas de cidadãos eleitores, que terão de ser entregues até à véspera de Natal, trinta dias antes das eleições.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sétimo ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;
Campo obrigatório