Meteorologia

  • 18 JANEIRO 2021
Tempo
MIN 5º MÁX 14º

Edição

"O aproveitamento do Governo e de algumas Câmaras é demais"

Um artigo de opinião titulado 'Governo a pairar' e assinado por Joaquim Jorge, biólogo, fundador do Clube dos Pensadores e do Matosinhos Independente.

"O aproveitamento do Governo e de algumas Câmaras é demais"

"Se o Governo nos trata como meninos e nos diz tudo o que temos que fazer, que o façam bem, porque o excesso de optimismo é deprimente. António Costa e Marta Temido falam com calma e humildade, mas as suas intervenções estão carregadas de pressa e um triunfalismo balofo.

Estamos perto de eleições presidenciais que são um engulho para o PS, a seguir, eleições autárquicas que são a base para uma vitória nas próximas legislativas.

Ter uma vacina é importante, mas é necessário não embandeirar em arco e ter todas as precauções, vamos ter milhões de vacinas, mas não nos precipitemos.

Não sejamos ingénuos. No princípio, a Covid-19 não era nada de especial, não havia perigo de transmissão, era um vírus asiático, etc. Como sabemos a seguir veio a tragédia. A vacina não é a solução de tudo, errar é humano, mas cair no mesmo erro é diabólico.

O Governo quer dar boas notícias e acalmar as pessoas, mas já aprendi com a experiência, não vou ser ingénuo só acredito na derrota do vírus e o controlo da pandemia quando vir efectivamente resultados.

António Costa e os responsáveis da saúde actuam como se fossem nossos pais, querem proteger os seus filhos (portugueses) evitar que tenham medo, para isso ocultam e manipulam informação, dão-nos uma falsa sensação de segurança. Estão sempre a dizer-nos que as coisas vão ficar bem, mas não nos preparam para o futuro.

Na política sempre se ocultou a verdade e não cumpriu promessas feitas. Isto é, os votantes sentem-se enganados e ludibriados. Porém, chego à conclusão que os votantes não querem saber disso para nada, basta ver as sondagens.

O que antigamente causava repúdio e escândalo, agora, premeia-se a manipulação, o tergiversar, a perversão, o abuso, as péssimas práticas, em que alguma imprensa dá cobertura.

É preciso dizer alto e bom som que as coisas não correram bem e não nos preparámos para este inverno devidamente. Falhas clamorosas no SNS, não houve uma política de saúde adequada para o controlo do vírus, rastreio correcto, mais recursos, mais planificação para cuidados primários.

Para quem está no poder nesta altura não é fácil, mas o aproveitamento do Governo e de algumas Câmaras é demais. Outra forma de pensar, ou outra forma de resolver os problemas não são admitidos. Até parece, que quem não pensa como quem está no poder aumenta o contágio!

A pandemia favorece quem está no poder e o poder aproveita-se desta pandemia. O medo é tanto que nem se pensa"

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório