Meteorologia

  • 23 JANEIRO 2021
Tempo
13º
MIN 10º MÁX 16º

Edição

Jerónimo queixa-se de "ofensiva anticomunista" e anuncia mais militantes

O secretário-geral do PCP anunciou hoje a adesão de mais 1.500 militantes, em resultado de uma campanha, admitiu que as entradas não compensaram as saídas e queixou-se uma "ofensiva reacionária e anticomunista". Jerónimo de Sousa justificou que a realização do congresso comunista em Loures serve para mostrar que o partido não se resguarda por "egoísmo" quando os trabalhadores se expõem nos seus locais de trabalho.

Jerónimo queixa-se de "ofensiva anticomunista" e anuncia mais militantes
Notícias ao Minuto

13:38 - 27/11/20 por Lusa

Política PCP/Congresso

No discurso de abertura do XXI congresso nacional, em Loures (Lisboa), Jerónimo de Sousa afirmou que o partido enfrentou, nos últimos tempos, uma "ofensiva reacionária e anticomunista", em que "os inimigos dos trabalhadores" pretendem "atacar, enfraquecer e destruir o partido".

De seguida, num discurso em que insistiu nos princípios e identidade marxista-leninista do partido, admitiu que é preciso "superar insuficiências" e falou nas adesões ao partido.

Há uma "redução do efetivo partidário" nos últimos quatro anos, as entradas não compensaram as saídas, havendo a registar a entrada de 1.500 novos militantes.

Jerónimo de Sousa terminou o discurso com a defesa de "um partido mais forte e mais influente".

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório