Meteorologia

  • 17 JANEIRO 2021
Tempo
15º
MIN 5º MÁX 15º

Edição

Açores. Deputado liberal aguarda debate do programa de Governo

O deputado da Iniciativa Liberal no parlamento dos Açores, Nuno Barata, considerou hoje que a primeira "prova de fogo" do novo executivo regional, que esta tarde tomou posse, será dentro de 10 dias com a apresentação do programa de Governo.

Açores. Deputado liberal aguarda debate do programa de Governo
Notícias ao Minuto

19:19 - 24/11/20 por Lusa

Política Açores

Aos jornalistas, falando na cidade da Horta, Barata valorizou o novo quadro político açoriano, em que há um "recentrar" no parlamento "da decisão das principais políticas para os Açores".

E insistiu: "O que nos interessa, mais que o discurso da tomada de posse do Governo, é o programa de Governo. Daqui a 10 dias então será a grande prova de fogo e é isso que nos interessa", acrescentou.

O novo Governo Regional dos Açores tomou hoje posse perante a Assembleia Legislativa da região, na cidade da Horta.

Na semana passada tomaram já posse os novos 57 deputados eleitos nas regionais de 25 de outubro, tendo também sido eleito o novo presidente da Assembleia Legislativa, o social-democrata Luís Garcia, da ilha do Faial.

O PS perdeu em outubro a maioria absoluta que detinha há 20 anos, elegendo 25 deputados.

PSD, CDS-PP e PPM, que juntos representam 26 deputados, assinaram um acordo de governação. A coligação assinou ainda um acordo de incidência parlamentar com o Chega e o PSD um acordo de incidência parlamentar com o Iniciativa Liberal (IL), somando assim o número suficiente de deputados para atingir uma maioria absoluta.

Nuno Barata tem 54 anos, é gestor portuário de profissão e ficou conhecido dos açorianos como dirigente e deputado do CDS e comentador na imprensa regional.

Natural de Ponta Delgada, casado, pai de três filhos e licenciado em Estudos Europeus e Política Internacional, Nuno Barata ocupou vários cargos na estrutura regional do CDS até chegar à Iniciativa Liberal este ano.

Devido aos 1,93% que o partido obteve nas legislativas açorianas, o coordenador da IL-Açores conseguiu a eleição pelo círculo da compensação (que reúne os votos de todos os círculos eleitorais que não chegaram para obter mandatos). 

"Neste momento, o parlamento dos Açores é constituído por 57 deputados, 28 à esquerda, 28 à direita e um liberal", afirmou Nuno Barata na noite eleitoral, acrescentando que está "acostumado" a ser o fiel da balança, recordando a sua passagem pelo parlamento regional.

O deputado liberal já demonstrou apoio à coligação de direita que irá governar a região, formada pelo PSD, CDS e PPM e com o suporte parlamentar do Chega e da Iniciativa Liberal, mas mediante o cumprimento de várias propostas apresentadas pela IL.

Com a eleição, Nuno Barata regressou à Assembleia Regional, onde foi deputado de 1996 a 2000 pelo CDS-PP, numa legislatura onde os centristas apoiaram o primeiro governo minoritário do PS nos Açores, liderado por Carlos César.

Em 1999, Barata chegou a ser deputado independente por três meses por não concordar com um acordo de incidência parlamentar entre o seu partido e o PSD e em 2005 foi o cabeça de lista dos populares às legislativas nacionais pelo círculo dos Açores.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório