Meteorologia

  • 27 NOVEMBRO 2020
Tempo
14º
MIN 9º MÁX 16º

Edição

"Não é pela punição que mudamos comportamentos, é sim pela pedagogia"

Reunião do primeiro-ministro com o Partido Ecologista Os Verdes, no âmbito das novas medidas a adotar no combate à pandemia da Covid-19, já terminou

"Não é pela punição que mudamos comportamentos, é sim pela pedagogia"

O primeiro-ministro está hoje a receber, em São Bento, os partidos com representação parlamentar para procurar um consenso para a adoção de medidas imediatas de combate à pandemia de Covid-19, que tem registado um continuado aumento em Portugal.

A reunião com o Partido Ecologista Os Verdes também já terminou. Após o encontro, Mariana da Silva anunciou que o PEV defendeu, junto de António Costa, não só o reforço do SNS como também das campanhas de pedagogia para sensibilizar os portugueses.

"Apelamos a que para além do reforço do SNS este fosse acompanhado de uma campanha de pedagogia para que as pessoas saibam como se comportar e para perceberem que os seus comportamentos podem influenciar não só no seu estado de saúde como dos outros", começou por dizer a deputada ecologista

"As pessoas já estão cansadas, já estão exaustas de todas estas medidas que lhes são impostas, por isso é necessário reforçar as campanhas de pedagogia e motivá-las nos comportamentos que adotaram até agora", salientou Mariada da Silva.

Questionada sobre a opinião do PEV sobre as medidas propostas pelo Governo para combater esta segunda vaga da pandemia, a parlamentar não se quis alongar.

"Isso será mais para a frente. Ouvimos as medidas que o Governo nos apresentou. Daremos a nossa opinião dependendo daquilo que for apresentado", disse, reiterando a importância do reforço das campanhas pedagógicas por parte das autoridades de saúde.

"Os Verdes entendem que é necessário mais pedagogia, mais campanha, mais esforço naquilo que são as necessidades dos portugueses, como os transportes públicos, o SNS, na habitação, nas condições em que as pessoas vivem. Se tiverem de se impor medidas, que essas medidas não sejam restritivas das liberdades e garantias de cada cidadão. Não é pela punição que mudamos comportamentos, mas sim pelo esclarecimento e pela pedagogia", clarificou.

PEV entende também, segundo a deputada ecologista, que "são necessários mais transportes públicos e mais horários para que as pessoas possam circular em segurança, sendo também necessária uma maior fiscalização dos locais de trabalho para se perceber se todas as regras de higienização estão a ser cumpridas".

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório