Meteorologia

  • 27 NOVEMBRO 2020
Tempo
15º
MIN 9º MÁX 16º

Edição

Parlamento felicita Félix da Costa pela vitória na Fórmula E em Berlim

O parlamento aprovou hoje, por unanimidade, um voto de congratulação ao piloto português António Félix da Costa, que venceu este ano o Campeonato do Mundo de Fórmula E, considerando-o um "motivo de orgulho nacional".

Parlamento felicita Félix da Costa pela vitória na Fórmula E em Berlim
Notícias ao Minuto

19:51 - 28/10/20 por Lusa

Política Parlamento

O voto, apresentado pela Comissão de Educação, Ciência, Juventude e Desporto, foi aprovado, por unanimidade, na sessão plenária de hoje na Assembleia da República.

"António Félix da Costa venceu o Campeonato do Mundo FIA de Fórmula E de 2020 e isso é um enorme motivo de orgulho nacional", pode ler-se no texto.

O voto destaca ainda a rapidez do desportista, "aliada a uma tremenda regularidade", características que "fazem de António Félix da Costa um dos melhores pilotos mundiais da sua geração que teve este ano mais uma época recheada de sucessos onde também se destaca o 2° lugar obtido nas históricas 24 Horas de Le Mans".

No passado dia 09 de agosto, o piloto português António Félix da Costa (DS Techeetah) sagrou-se hoje campeão mundial de Fórmula E, competição para carros elétricos, ao ser segundo classificado na oitava jornada da competição, em Berlim.

Partindo do segundo lugar da grelha, o português chegou a liderar durante várias voltas, mas acabou por ser ultrapassado pelo companheiro de equipa, o francês Jean-Éric Vergne, que venceu a corrida.

Félix da Costa terminou as 37 voltas a apenas 497 milésimos de segundo do vencedor, rubricando ainda a volta mais rápida da corrida.

O piloto já tinha sido felicitado, à data, pelo Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, e o primeiro-ministro, António Costa.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório