Meteorologia

  • 27 NOVEMBRO 2020
Tempo
11º
MIN 9º MÁX 16º

Edição

OE2021: Verdes registam "alguns avanços", mas só decidem voto na segunda

 Os Verdes assinalaram hoje "alguns avanços" do Governo para viabilizar "algumas propostas" do partido para o Orçamento do Estado de 2021, mas só decidem como votarão na segunda-feira e admitem que o voto "sim" está "mais distante".

OE2021: Verdes registam "alguns avanços", mas só decidem voto na segunda
Notícias ao Minuto

11:52 - 22/10/20 por Lusa

Política Orçamento

Um dia depois de uma delegação do Partido Ecologista "Os Verdes" (PEV) ter reunido com o primeiro-ministro, António Costa, o deputado José Luís Ferreira afirmou que a decisão só será tomada numa reunião da direção nacional do partido, na segunda-feira.

Na reunião, o PEV afirmou ao Governo, segundo José Luís Ferreira, que o Orçamento, tal como está, tem "muitas insuficiências" e deixou algumas propostas, na área ambiental, social e económica, às quais o executivo irá responder até sexta-feira.

Foi aí que se registaram "alguns avanços" e uma das propostas é para a criação de um fundo de tesouraria para as micro, pequenas e médias empresas, "essencial para garantir a sua sobrevivência" em tempos de crise causada pela pandemia de covid-19, justificou.

PEV irá aguardar a resposta da parte do executivo e depois avaliará o seu sentido de voto na generalidade, em 28 de outubro.

Em tese, admitiu, "tudo está em aberto, como estava antes, apesar dos avanços verificados" na reunião com António Costa, mas o voto favorável é o que está "mais distante".

"Sem uma resposta definitiva [do Governo], não poderemos antecipar qualquer sentido de voto", disse.

José Luís Ferreira explicou "algumas propostas" feitas na reunião em três áreas, além da do fundo de tesouraria, "sem juros, com período de carência suficiente e que o reembolso fosse feito com espaçamento de tempo que permitisse a sobrevivência dessas empresas".

Ao nível ambiental, os Verdes defendem que deve investir-se e "apoiar a sério as espécies autóctones" na floresta e "reforçar os meios técnicos na conservação da natureza".

Socialmente, o PEV pretende que o "período de garantia para acesso ao subsídio de desemprego e subsídio social de desemprego fossem reduzidos de forma a abranger mais pessoas desempregadas, sobretudo jovens e trabalhadores precários". 

Ao nível económico, defendeu também que no Orçamento sejam adotadas medidas para que o Estatuto da Agricultura Familiar "saia do papel" e tenha aplicação.

O Governo está em negociações com o BE, PCPPEV e PAN para tentar garantir a aprovação do Orçamento do Estado de 2021 na Assembleia da República, mas ainda não tem quaisquer garantias.

PEV tem dois deputados.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório