Meteorologia

  • 26 OUTUBRO 2021
Tempo
14º
MIN 14º MÁX 25º

Edição

Aumentos na Função Pública? "Seria um escândalo político e social"

Vital Moreira considera que "seria um verdadeiro escândalo" que houvesse aumento das remunerações do setor público numa altura em que a generalidade dos portugueses fora do Estado sofrem perda de rendimentos.

Aumentos na Função Pública? "Seria um escândalo político e social"

O constitucionalista Vital Moreira elogia a "sensatez política e orçamental do Governo" por recusar aumentar as remunerações na Função Pública, como reivindicam os sindicatos. 

"Um dirigente sindical [José Abraão] queixa-se de que o Governo não avança com nenhuma proposta de aumento das remunerações na função pública. Mas só pode lamentar-se a insistência dos sindicatos nesse aumento e louvar-se a sensatez política e orçamental do Governo em recusá-lo", comenta Vital Moreira num artigo partilhado no blogue Causa Nossa, pedindo que "haja decência". 

"Quando o défice orçamental dispara sob o impacto financeiro da pandemia e da crise económica e quando a generalidade dos portugueses fora do Estado sofrem perda de rendimentos, seria um verdadeiro escândalo político e social que houvesse aumento das remunerações do setor público, à custa dos impostos de todos e de mais endividamento público", acrescenta o ex-eurodeputado socialista. 

Na última sexta-feira, à saída da reunião no Ministério da Modernização do Estado e da Administração Pública, José Abraão, dirigente da FESAP, salientava que o Governo não tinha avançado com qualquer proposta de atualização salarial para a Função Pública, sendo que só os salários mais baixos devem ser atualizados por via do aumento do salário mínimo nacional. 

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório