Meteorologia

  • 26 OUTUBRO 2020
Tempo
14º
MIN 10º MÁX 18º

Edição

PSD, PCP e BE querem explicações sobre estratégia do Arsenal do Alfeite

PSD, PCP e Bloco de Esquerda pediram hoje a audição, no parlamento, da administração e comissão de trabalhadores do Arsenal do Alfeite, responsável pela reparação e manutenção dos navios da Marinha portuguesa.

PSD, PCP e BE querem explicações sobre estratégia do Arsenal do Alfeite
Notícias ao Minuto

11:10 - 25/09/20 por Lusa

Política Parlamento

A "nova administração tomou posse em maio" e "ainda não é conhecida a sua estratégia para o futuro do Arsenal, o que tem gerado grande inquietação entre os trabalhadores", lê-se no requerimento assinado por Ana Miguel dos Santos (PSD), António Filipe (PCP) e João Vasconcelos (BE).

Os três partidos pretendem que sejam ouvidos na comissão parlamentar de Defesa Nacional o presidente do conselho de administração do Arsenal do Alfeite, José Miguel Antunes Fernandes, e a comissão de trabalhadores para "esclarecer" o parlamento "sobre a situação desta empresa".

O Arsenal do Alfeite, alegaram os deputados do PSD, PCP e BE, é uma "instituição de referência para a construção e manutenção naval em Portugal, tendo uma ligação histórica à Marinha através da reparação e manutenção dos seus navios".

O partido do Governo, o PS, ainda não anunciou como vai votar este pedido por desconhecer, formalmente, o requerimento dos deputados dos três partidos.

Em 01 de julho, o presidente da idD Defense Portugal criticou indiretamente a anterior administração do Arsenal do Alfeite ao lembrar que a empresa "acumulou seis milhões de euros de prejuízo nos últimos dois anos e meio".

Numa audição na comissão parlamentar de Defesa Nacional, Marco Capitão Ferreira defendeu que a nova administração, que elogiou, deve "inverter esse curso" e criticou o anterior elenco por alegadamente se conformar com as dificuldades.

Nos últimos dois anos e meio, "o Arsenal do Alfeite acumulou qualquer coisa como seis milhões de euros de prejuízo" e "essa situação não é sustentável", afirmou o Marco Capitão Ferreira, representante do Estado na OGMA, mas também presidente da idD Defense Portugal, detentora das participações do Estado no setor da Defesa, como o Arsenal e a empresa de aeronáutica.

Marco Capitão Ferreira sublinhou ainda que uma das missões da nova administração é ter uma escola "do século XXI" no Arsenal e não uma escola "dos anos 80", como existia.

Outra das atribuições da nova administração é adotar um "plano de investimento", estando ainda previsto um programa de "medidas imediatas".

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório