Meteorologia

  • 25 OUTUBRO 2020
Tempo
18º
MIN 14º MÁX 19º

Edição

"É uma presidente a anunciar que aquele terreno é para os da sua classe"

Miguel Tiago escreveu uma nota no Facebook onde faz considerações sobre as declarações de Inês de Medeiros que estão a gerar polémica. "Almada tem este privilégio de ter bairros sociais em espaços absolutamente maravilhosos, com uma vista invejável", disse a autarca.

"É uma presidente a anunciar que aquele terreno é para os da sua classe"

Miguel Tiago, militante comunista, reagiu nas redes sociais à frase de Inês de Medeiros que gerou polémica. A presidente da Câmara Municipal de Almada afirmou, numa assembleia que já se tornou viral, que a cidade "tem este privilégio de ter bairros sociais em espaços absolutamente maravilhosos, com uma vista invejável", acrescentando que "qualquer bairro social da margem Norte tem inveja e eu própria iria amanhã viver para o Bairro Amarelo com aquela vista maravilhosa"

No seguimento desta declaração, o ex-deputado do PCP escreveu no Facebook, esta quarta-feira, uma nota onde versa sobre as palavras da autarca: "Bem sei que o ar de dondoca tonta TV star de Inês de Medeiros dá aquela vontade de gozar. Fazer sotaque de tia e dizer 'ai tem uma vista tão bonita que até ia para lá morar amanhã'. Mas isto é sério", começou por considerar.

Miguel Tiago prossegue, apontando que "isto não é Inês de Medeiros a dizer que gosta de ir à Comporta brincar aos pobrezinhos. Isto é grave. É uma responsável política a anunciar que aquele terreno não é merecido por quem lá mora, é uma Presidente da Câmara a anunciar que aquele terreno é para os da sua classe, da sua gente, mas sem a gente que atualmente lá está."

Para o comunista, a autarca "não está a dizer que se mudaria amanhã para o Bairro Amarelo tal como ele está e com a população que lá mora", mas sim afirma que "os moradores são privilegiados pela vista porque, para ela, os pobres devem morar sem vista rio, sem vista Lisboa". "Os pobres, se têm vista, é um privilégio. Os ricos, se têm vista, é um direito inato."

A mensagem do ex-deputado termina com uma consideração: "O que a presidente da Câmara Municipal de Almada está a dizer não é 'eu podia morar nesse bairro', é 'esse bairro não devia estar aí'".

De lembrar que Joana Mortágua já se tinha insurgido contra as palavras de Inês de Medeiros. A deputada do Bloco de Esquerda no Twitter, replicou as imagens e deixou uma forte crítica à autarca"A Presidente da Câmara de Almada acha que os moradores dos bairros sociais são uns privilegiados pela 'vista-rio' e até diz que não se importava de mudar para o Bairro Amarelo".

"Isto enquanto justifica a aprovação de um hotel de cinco estrelas no Porto Brandão. Qualquer comentário é redundante", termina. 

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório