Meteorologia

  • 24 NOVEMBRO 2020
Tempo
18º
MIN 9º MÁX 18º

Edição

Costa sem resposta a apelo para acordo alargado fundos europeus

O PCP deixou hoje sem resposta o apelo do primeiro-ministro para um acordo alargado sobre os fundos europeus para dar resposta à crise causada pela pandemia de covid-19 até saber para onde e a quem serão destinados.

Costa sem resposta a apelo para acordo alargado fundos europeus
Notícias ao Minuto

20:57 - 12/09/20 por Lusa

Política PCP

No final de uma reunião do comité central, o secretário-geral comunista, Jerónimo de Sousa afirmou que, quanto aos fundos comunitários, "falta concretizar essa questão" colocada pelo PCP, que é saber "para onde vão e para quem vão".

"Precisamos de uma resposta concreta que ainda não existe", insistiu, remetendo para mais tarde uma resposta ao apelo feito por António Costa, enquanto secretário-geral do PS, ao discursar no congresso federativo do partido, no Porto.

Para o líder dos comunistas, António Costa conhece a disponibilidade e a determinação do partido para "reforçar a componente social e a aplicação de fundos na situação do país", particularmente a "de centenas de milhares de trabalhadores que não sabem o que hão-de fazer à vida ou porque foram despedidos ou estão em 'lay off'".

O secretário-geral do PS avisou hoje que o futuro do país não se esgota no orçamento de 2021 e que é fundamental um acordo político alargado para os fundos comunitários, cuja participação será estendida a "quem vier por bem".

"É fundamental que haja um acordo político alargado para utilização destes fundos e é por isso que nós dizemos que não basta discutir o orçamento para 2021, é fundamental discutir os orçamentos para 22, para 23, para os anos seguintes, mas é indispensável discutir o programa de recuperação e resiliência de Portugal e também o próximo quadro financeiro do nosso país", defendeu o primeiro-ministro e líder do PS.

Jerónimo de Sousa foi lacónico sobre a notícia de que António Costa pertence à comissão de honra da candidatura de Luís Filipe Vieira à presidência do Benfica: "Não é matéria nem momento para comentar essa questão".

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório