Meteorologia

  • 27 SETEMBRO 2020
Tempo
22º
MIN 16º MÁX 24º

Edição

Festa do Avante? "Comparar com outros festivais de música não é coerente"

Polémica sobre a realização da festa do Partido Comunista Português esteve em destaque no habitual comentário de Francisco Louçã na SIC Notícias. Fundador do Bloco de Esquerda considerou que o partido "respondeu mal" à forma como a pressão foi exercida.

Festa do Avante? "Comparar com outros festivais de música não é coerente"

Francisco Louçã comentou a polémica que envolve a realização da Festa do Avante!, começando por considerar que este foi um "debate que começou muito cedo". No seu habitual espaço na SIC Notícias, às sextas-feiras, o economista referiu que "já em março houve quem dissesse que a Festa do Avante! não podia realizar-se", acrescentando que "houve logo uma espécie de alvo". 

E o partido "tem razão" neste ponto: "Há uma perseguição, discriminação, pressão, particularmente sobre o PCP. Claro que a Festa do Avante! é muito importante dos pontos de vista político e financeiro para o partido e tem um significado simbólico que se percebe". 

O "problema" é que, na opinião do comentador, "o PCP respondeu mal à forma como esta pressão foi exercida". "A resposta mais razoável era dizer: 'Esperamos e logo vemos as condições sanitárias'". 

Em final de junho "percebeu-se que os grandes festivais não podiam ocorrer e quando chegamos a agosto temos ainda números elevados da pandemia, mas estamos também a discutir na sociedade portuguesa como é que a abertura se vai prolongar", considerou, apontando que "estão milhares de pessoas nas praias com cuidado" e o "Presidente e o primeiro-ministro não se esquecerão que estiveram num concerto à porta fechada com duas mil pessoas no Campo Pequeno durante o confinamento". 

Com a realização da iniciativa, prosseguiu, "o PCP corre alguns riscos, a aglomeração vai ser muito escrutinada" e terá de ter "muito cuidado". Já sobre a 'comparação' do Avante! com festivais de música, Louçã foi taxativo: "Claro que se poderia dizer: 'Então porque é que os outros festivais não podem ter as mesmas regras?' Não é muito crível que pudessem adaptar as mesmas regras que um partido com uma organização partidária pode. Comparar o festival Avante! com os outros festivais de música não é coerente". 

De recordar que a Direção Geral da Saúde (DGS) informou, na tarde desta sexta-feira, ter recebido "hoje da direção da Festa do Avante! o Plano de Contingência para a iniciativa". A Autoridade acrescenta, na mesma nota enviada às redações, que o "documento irá ser analisado tecnicamente nos próximos dias". 

PCP anunciou hoje que vai limitar a entrada na sua anual Festa do Avante! a um terço da capacidade total, ou seja, para cerca de 33 mil pessoas, em virtude do contexto de pandemia de Covid-19. O espaço de 30 hectares da Quinta da Atalaia e do Cabo da Marinha, na Amora, vai assim proporcionar cerca de nove m2 para cada militante ou visitante, entre 4 e 6 de setembro.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório