Meteorologia

  • 07 AGOSTO 2020
Tempo
22º
MIN 19º MÁX 33º

Edição

PS especifica normas de higiene e distanciamento nas eleições internas

A Comissão Permanente do PS especificou hoje as normas de higienização e distanciamento social a cumprir nas próximas eleições federativas e aceitou que a votação seja exclusivamente eletrónica nas secções da Grande Lisboa sob estado de calamidade.

PS especifica normas de higiene e distanciamento nas eleições internas
Notícias ao Minuto

20:49 - 06/07/20 por Lusa

Política Eleições

As eleições federativas estão marcadas para os próximos dias 17 e 18, realizando-se os respetivos congressos no mês de setembro.

Em comunicado, a Comissão Permanente dos socialistas, órgão coordenado pelo secretário-geral adjunto do PS, José Luís Carneiro, deliberou que em cada momento, no interior das salas onde decorram as votações, não estejam pessoas em número superior a dez.

"Nas zonas de acesso (e de espera) é respeitado o distanciamento social mínimo e devem ser evitados contactos próximos de saudação, por forma a que elementos da mesa cumpram com o distanciamento social", lê-se no mesmo texto.

A Comissão Permanente do PS pede também que "os votantes procedam à prévia lavagem das mãos antes do exercício do direito de voto, sendo que a mesa de voto deverá dispor de álcool ou gel de base alcoólica, ou toalhetes húmidos de limpeza - produtos que deverão ser colocados ao dispor dos votantes para usarem antes de pegar nos boletins de voto e na caneta".

"Durante o período de votação será assegurado, na sede nacional do PS, um apoio permanente para a supressão e esclarecimento de dúvidas de natureza metodológica, jurídica ou sanitária", refere-se ainda.

Na reunião de hoje, a Comissão Permanente do PS também deliberou "aceitar a fundamentação da situação de exceção invocada pela Federação da Área Urbana de Lisboa (FAUL) - atenta a situação de calamidade declarada em 19 das suas secções, bem como da situação de contingência declarada em todo o restante território".

Nesse sentido, segundo a direção do PS, vai ser promovido "o voto exclusivamente eletrónico naquelas 19 secções e o voto presencial ou eletrónico nas restantes secções".

"O caráter excecional do recurso ao voto eletrónico justifica-se por existir uma situação de calamidade e de contingência declarada pelas autoridades competentes, pela necessidade de assegurar a todos os militantes o exercício do direito de voto e pela garantia de isenção, idoneidade e segurança do mecanismo a utilizar", acrescenta-se no comunicado.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório