Meteorologia

  • 28 SETEMBRO 2020
Tempo
16º
MIN 15º MÁX 27º

Edição

Portugal e Índia vivem "nova fase no relacionamento" e "não vai parar"

Presidente da República chegou esta tarde à Índia para uma visita de Estado.

Portugal e Índia vivem "nova fase no relacionamento" e "não vai parar"

Marcelo Rebelo de Sousa falou aos jornalistas portugueses à chegada à Índia para uma visita de Estado que se prolongará por quatro dias. O Presidente da República começou por afirmar que "esta terceira visita foi precedida e preparada pelas duas do primeiro-ministro português (...) e pela ida do primeiro-ministro [da Índia] a Portugal. É uma fase mais executiva, se quiserem, mais virada para a cooperação". 

Já os objetivos são "muito focados na presença da Índia em Portugal, na economia, na sociedade e na cultura portuguesas e na presença de Portugal também aqui na sociedade e no mundo cultural da Índia", referiu Marcelo. 

Neste sentido, prosseguiu o chefe de Estado, houve já "passos que foram sendo dados nos últimos quatro anos [e] que poderão conhecer nesta visita uma continuação, que prosseguirá daqui até à presidência portuguesa da União Europeia". 

O Presidente da República sublinhou ainda que "já há empresas portuguesas com grande sucesso na Índia" e que "há acordos que vão ser celebrados, uns mais gerais outros mais específicos".

"Há uma presença de empresas indianas em Portugal que não existia há dez anos, nem há cinco anos, e que pode e deve aumentar e vai aumentar", sublinhou 

"Vê-se um interesse muito grande de, inclusive, líderes máximos de grandes grupos empresariais indianos em falarem com o presidente português. E do presidente português em encontrar o maior número de empresários da Índia e de pôr em contacto o maior número de empresários portugueses com esses empresários indianos", frisou também.

Estamos a viver "uma nova fase no relacionamento dos dois países que se abriu e que não vai parar. Uma das características da Índia é que nada pára, tudo vai crescendo muito rapidamente, a um ritmo impressionante".

Quando questionado sobre as posições do líder político indiano com uma vertente mais nacionalista, Marcelo Rebelo de Sousa foi peremptório: "Normalmente não comento problemas da política interna dos países que visito, mas no plano das relações multilateraisNós temos conjugado esforços, permanentemente a nível governamental e de chefias de Estado para seguir certas perspetivas que são comuns como seja o multilateralismo e a defesa dos direitos humanos". 

O chefe de Estado, que saiu de Lisboa na quarta-feira e fez escala no Dubai, aterrou no aeroporto internacional de Nova Deli perto das 20h locais (14h30 em Lisboa). 

Os encontros institucionais com o seu homólogo indiano, Ram Nath Kovind, e com o primeiro-ministro Narendra Modi - ambos membros do Partido do Povo Indiano (BJP), de direita, pró-hindu - terão lugar na sexta-feira.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório