Meteorologia

  • 22 FEVEREIRO 2020
Tempo
19º
MIN 11º MÁX 22º

Edição

Na reta final da campanha, Lobo d'Ávila pede "maturidade" no Congresso

O candidato à liderança do CDS mostrou-se ainda "satisfeito com o caminho" que percorreu nesta campanha interna.

Na reta final da campanha, Lobo d'Ávila pede "maturidade" no Congresso

A cerca de dois dias do Congresso do CDS, o candidato  Filipe Lobo d'Ávila deixou, esta quinta-feira, um apelo a todos os militantes do partido:  "O Congresso tem que ser de maturidade". 

Numa publicação divulgada nas redes sociais, o jurista ainda apelou a que o encontro em Aveiro seja marcado por "escolhas livres" e pelo "início de um novo cliclo" no partido

"Temos que recuperar a credibilidade do CDS e a confiança dos portugueses. É pela mudança que dei a cara, em coerência com o meu passado, mantendo a minha liberdade e confiando nas escolhas do próprio partido", afirmou o ex-deputado que abandonou a bancada parlamentar do CDS em março de 2018 por, alegadamente, não concordar com a estratégia que estava a ser levada a cabo pela dirigente Assunção Cristas. 

Lobo d'Ávila admite ainda estar "satisfeito com o caminho" que percorreu nesta campanha. "Procurei acrescentar, dar escolha e debater pela positiva", sustentou. 

O 28.º Congresso nacional, marcado para 25 e 26 de janeiro em Aveiro, vai eleger o sucessor de Assunção Cristas na liderança dos centristas, que decidiu deixar o cargo na sequência dos maus resultados nas legislativas de outubro de 2019 - 4,2% e cinco deputados. Na corrida estão cinco candidatos: Abel Matos Santos, João Almeida, Filipe Lobo d'Ávila, Francisco Rodrigues dos Santos e Carlos Meira.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório