Meteorologia

  • 01 OUTUBRO 2020
Tempo
19º
MIN 16º MÁX 23º

Edição

"Ainda bem que as eleições são sábado". Rio está cansado de "historietas"

Mas o líder do PSD não poupou críticas ao meio de comunicação que veiculou a notícia que lançou a nova polémica.

"Ainda bem que as eleições são sábado". Rio está cansado de "historietas"

Rui Rio foi, esta quinta-feira, confrontado pelos jornalistas com uma nova polémica em torno das diretas, cuja segunda volta até agendada para este sábado. O recandidato à liderança do partido não poupou críticas ao meio de comunicação que veiculou a notícia.

Passemos a explicar. Esta quinta-feira, o jornal online Observador trouxe a público "o estranho caso de Freixo de Espada à Cinta, onde militantes votaram sem sair de casa". O meio de comunicação deu voz a militantes do PSD da referida localidade que terão confessado que, na primeira ronda das diretas, "não saíram de casa e que disseram ao mandatário local de Rio para 'fazer o risquinho onde quisesse'".

O adversário de Luís Montenegro prefere não responder "a cada um dos casos que inventam". Mas não perdeu a oportunidade para enviar farpas ao Observador, um jornal que considera estar "contra" a sua candidatura. "Que credibilidade se deve dar a um jornal que decidiu que ia interferir nas eleições, contra um candidato?", questionou.

Rui Rio, que esteve esta quinta-feira em Braga num encontro com apoiantes, referiu igualmente que "ainda bem que as eleições são neste sábado". Caso contrário, "tínhamos de andar com estas historietas". O social-democrata vincou que é importante que se recorde que está em 'jogo' em sufrágio para eleger "o adversário de António Costa".

Entretanto, a candidatura de Luís Montenegro pediu hoje ao Conselho de Jurisdição Nacional (CJN) do PSD que abra imediatamente um inquérito sobre alegadas irregularidades em Freixo de Espada à Cinta na primeira volta das diretas relatadas pelo jornal Observador.

Rui Rio e Luís Montenegro disputam no próximo sábado a segunda volta das eleições diretas no PSD para escolher o próximo presidente. Na primeira volta, o atual presidente do PSD foi o candidato mais votado com 49,02% dos votos e o antigo líder parlamentar conseguiu 41,42%. O candidato Miguel Pinto Luz obteve 9,55%.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório