Meteorologia

  • 01 OUTUBRO 2020
Tempo
19º
MIN 16º MÁX 23º

Edição

"Há dois interessados no desfecho das diretas: Costa e Passos Coelho"

Luís Marques Mendes comentou este domingo o resultado das eleições internas do PSD, considerando que Rui Rio está melhor posicionado para a segunda volta.

"Há dois interessados no desfecho das diretas: Costa e Passos Coelho"

No entender de Luís Marques Mendes, é Rui Rio quem está melhor posicionado para vencer a segunda volta das eleições diretas do PSD, no próximo fim de semana, mas com variáveis a ter em conta. A nível externo, considerou, há duas pessoas atentas a esta eleição: António Costa e Pedro Passos Coelho.

No seu espaço de opinião semanal, na antena da SIC Notícias, Marques Mendes afirmou que, para António Costa, o desfecho desta eleição interessa por causa das negociações do Orçamento. Já Pedro Passos Coelho estará atento porque "terá o sonho de um dia regressar". "São duas pessoas que estão, por razões diferentes, atentas a este eleição", disse.

Sobre o possível vencedor da segunda-volta, que se realiza no próximo sábado, Marques Mendes adiantou que "o mais provável é claramente Rui Rio". Porém, acrescentou, a "história das segundas voltas em Portugal é cheia de surpresas", ainda que esta seja a primeira vez que uma eleição interna do PSD se prolonga para uma segunda auscultação.

"Do ponto de vista da dinâmica, Rui Rio está claramente à frente, tem uma dinâmica de vitória, de campanha, de confiança e de motivação, isso faz alguma diferença. Só por algum azar dos Távoras é que pode não ganhar esta eleição", afirmou o Conselheiro de Estado.

Recorde-se que Rui Rio venceu as eleições diretas de sábado com 49,44% dos votos expressos, mas não conseguiu a maioria absoluta, pelo que terá que disputar uma segunda volta com Luís Montenegro, que obteve 41,26% dos votos. O vice-presidente da Câmara Municipal de Cascais Miguel Pinto Luz ficou em terceiro, com 9,3%.

Ainda assim, Marques Mendes destacou varáveis que podem ter influência nos resultados da segunda volta: se os eleitores de Montenegro e de Rui Rio vão todos votar de novo, para quem passam os votos de Miguel Pinto Luz e em quem votarão os nove mil militantes inscritos que não foram votar. "Há nove mil militantes que estavam inscritos e que pagaram as quotas e que não foram votar. Será que agora vão votar na segunda volta?", questionou, considerando que este número de votos pode decidir uma eleição.

O social-democrata, que foi Ministro dos Assuntos Parlamentares, comentou ainda que os três candidatos - Rui Rio, Luís Montenegro e Miguel Pinto Luz - "ficaram todos um pouco aquém das expetativas" nesta eleição. No caso de Pinto Luz, Marques Mendes afirmou que "teve melhor prestação que resultado" mas que "não tem responsabilidade nisso", tendo sido "vítima da bipolarização entre dois candidatos principais".

Montenegro, por seu turno, "está cada vez mais longe do seu objetivo", dado que a intenção seria, "pelo menos", ficar "taco a taco" com o atual presidente do partido. "Rui Rio foi o que ficou menos aquém, mas também ficou porque o grande objetivo era ganhar logo à primeira e não ganhou", disse.

Nos discursos de reação aos resultados, recorde-se, Montenegro desafiou Rio para um debate televisivo, no decorrer desta semana, para preparar a segunda volta. Rui Rio recusou, minutos depois, alegando que é desprestigiante para o partido. "Ele esteve mal nessa parte, debate deveria ser feito", indicou Marques Mendes. 

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório