Meteorologia

  • 18 JANEIRO 2020
Tempo
14º
MIN 12º MÁX 18º

Edição

"O que está em cima da mesa fica aquém das necessidades do país"

Já terminou a reunião entre o Bloco de Esquerda e o Governo, onde foram apresentadas as linhas gerais do OE2020.

"O que está em cima da mesa fica aquém das necessidades do país"

O Bloco de Esquerda (BE) esteve hoje reunido, durante cerca de 40 minutos, com o Governo sobre as linhas gerais do Orçamento do Estado para 2020 (OE2020), onde lhe foi apresentado o cenário macroeconómico.

À saída da reunião, o líder parlamentar do BE, Pedro Filipe Soares, disse que ainda falta fazer muita coisa para melhorar a vida dos portugueses.

"O Bloco de Esquerda já identificou as suas prioridades: Continuidade na reposição de rendimentos, com a política salarial e fiscal a andarem a par para garantir mais rendimentos às pessoas; confirmação no caminho de recuperação de direitos; e assegurar que bens de primeira necessidade, caso da energia, deixam de ser tão onerosos como atualmente. É conhecido também das dificuldades que encontrámos", salientou o líder parlamentar do BE, tendo ao seu lado os deputados do Bloco de Esquerda Jorge Costa e Mariana Mortágua.

Perante isto, o BE considera que ainda não chegou a um entendimento com o Governo e que o que foi feito ainda não é suficiente.

"Ainda não chegamos a entendimento com o Governo. Consideramos que o que está em cima da mesa fica aquém das necessidades do país. Desse ponto de vista não é um processo fechado", explicou.

Neste momento, segundo Pedro Filipe Soares, é tempo de esperar para ver as resoluções do Governo, mas, admite, o processo poderá prolongar-se para a fase de debate na especialidade.

A divulgação do cenário macroeconómico inerente à proposta orçamental do próximo ano, Pedro Filipe Soares deixou para o Governo, contudo, adiantou que, no processo negocial com o executivo socialista, persiste um quadro de "dificuldade".

Em resposta às questões formuladas pelos jornalistas, Pedro Filipe Soares escusou-se a entrar em detalhes, apenas adiantando que o Bloco de Esquerda "aguarda que haja da parte do Governo uma abertura para avançar em diferentes" domínios, "ou até ao período de apresentação do Orçamento, ou no período de especialidade".

Questionado sobre o facto de o Bloco de Esquerda já referir a fase de negociações com o Governo na especialidade, antes do debate na generalidade, Pedro Filipe Doares observou que, "na realidade, não se consegue passar de uma para a outra" fase.

"Antes tem de haver a apresentação do Orçamento do Estado, coisa que compete ao Governo. Da nossa parte, já identificámos quais são as prioridades - prioridades que são claras e importantes para as pessoas. Mas, até agora, da parte do Governo, ainda não houve resposta do Governo. Até ao último minuto estaremos à espera que possam vir boas notícias", acrescentou.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório