Meteorologia

  • 24 JANEIRO 2020
Tempo
14º
MIN 8º MÁX 14º

Edição

Vitória nas autárquicas entre as tarefas que PSD tem pela frente, diz Rio

O presidente do PSD, Rui Rio, apontou hoje a vitória nas autárquicas de 2021 como uma das três tarefas fundamentais que o partido tem pela frente, além de se "abrir à sociedade" e "fazer oposição ao Governo do PS".

Vitória nas autárquicas entre as tarefas que PSD tem pela frente, diz Rio
Notícias ao Minuto

06:32 - 07/12/19 por Lusa

Política PSD

"No ano de 2020 há três tarefas fundamentais a desempenhar. A mais importante que teremos de desempenhar é ganhar as eleições autárquicas. O resultado que viermos ter em 2021 vai ser fundamentalmente determinado pelo trabalho que vamos desenvolver em 2020", afirmou.

O líder social-democrata, que falava perante cerca de 500 militantes reunidos no jantar de Natal do PSD de Monção, no distrito de Viana do Castelo, referiu que o trabalho que o partido desenvolver próximo ano é "absolutamente nuclear".

"Se queremos ter um projeto alternativo nós temos, naturalmente, de ao longo do ano ir explicando esse projeto alternativo. E digo exatamente por experiência própria que é no ano anterior às eleições que esse trabalho se faz. É aí que se firma mais a credibilidade do projeto alternativo. No ano das eleições é continuar e não estragar. Nos concelhos onde somos oposição, o próximo ano é absolutamente nuclear", sublinhou.

Para Rio, as eleições autárquicas de 2021 são "absolutamente fundamentais" para o PSD que "desde há três eleições tem perdido muitas câmaras municipais e perdido muita influência no poder autárquico".

"A implantação do partido ainda é muito relevante, mas está muito aquém do que já foi. A implantação do PSD no terreno é muito mais relevante do que o número de deputados que vai para a Assembleia da República. A implantação real no terreno é que dá grande de um partido em Portugal. Temos de ser capazes de começar a recuperar, nas próximas eleições, aquilo que perdemos nos últimos anos", explicou.

Além das outras duas tarefas, abrir o partido à sociedade e fazer oposição ao Governo do PSD, Rui Rio quer que o partido faça política, "colocando o interesse público à frente", tal como preconizada o fundador do partido Francisco Sá Carneiro.

"Francisco Sá Carneiro colocou o país em primeiro, o partido em segundo, e ele próprio em terceiro lugar. Na política, seja dentro quer seja fora do PSD, muitas vezes acontece precisamente o contrário. Eu em primeiro, o partido em segundo e, se der jeito, lá aparecerá Portugal em terceiro. Isto não é forma de estar na política. Quem gosta de estar assim não deve estar na política. Deve ir à sua vida, porque aqui está a mais", avisou.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório