Meteorologia

  • 08 DEZEMBRO 2019
Tempo
14º
MIN 12º MÁX 17º

Edição

Parlamento aprova voto de pesar pela morte da fadista Argentina Santos

A Assembleia da República aprovou hoje, por unanimidade, um voto de pesar, apresentado pelo partido Chega, pela morte da fadista Maria Argentina Pinto dos Santos, na segunda-feira, aos 95 anos.

Parlamento aprova voto de pesar pela morte da fadista Argentina Santos
Notícias ao Minuto

12:40 - 22/11/19 por Lusa

Política Maria Argentina Pinto dos Santos

O voto apresentado pelo deputado único André Ventura - a primeira iniciativa do Chega a ser aprovada - faz um resumo biográfico da vida de Argentina Santos, nascida na Mouraria a 6 de fevereiro de 1924, que começou a sua ligação ao fado, como cozinheira na Parreirinha de Alfama, onde começou a cantar e que viria a comprar, na década de 50.

Iniciou a sua carreira discográfica em 1958, lançou o seu primeiro álbum em 1978, e o último, a solo, viria a ser editado em 2002. Em 2009 sofreu um acidente vascular cerebral, o que a levou a afastar-se dos palcos.

"Argentina Santos levou o Fado e Portugal até ao Brasil, Grécia, França, Holanda, Reino Unido, Espanha e Itália, tendo sido tornada patrona da Academia do Fado em Racanati e homenageada em Ascona", destaca o voto.

Em 2005, recebeu o Prémio Amália, e em 2010, a Medalha de Ouro da cidade de Lisboa, a que se viria a juntar, em 2013, a comenda da Ordem do Infante, que lhe foi atribuída pelo então Presidente da República, Cavaco Silva.

"Neste momento de partida, as mais sentidas condolências aos seus familiares e amigos, numa perda que fisicamente tanto empobrece o Fado, a cidade de Lisboa e Portugal", refere o texto.

Este foi um dos 19 votos hoje apresentados e votados no plenário da Assembleia da República.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório