Meteorologia

  • 15 DEZEMBRO 2019
Tempo
14º
MIN 13º MÁX 17º

Edição

Galiza tem vantagem sobre Norte de Portugal por ter governo regional

O Eixo Atlântico defendeu hoje que, por ter um governo regional, a parte galega do organismo que congrega municípios do Norte e da Galiza "tem mais representação" ao nível europeu do que a portuguesa, reforçando ser "urgente" regionalizar Portugal.

Galiza tem vantagem sobre Norte de Portugal por ter governo regional
Notícias ao Minuto

15:45 - 15/11/19 por Lusa

Política Eixo Atlântico

Em Braga, à margem do colóquio 'Proximidade com a Eurorregião, que Futuro', o secretário-geral daquela organização transfronteiriça, Xoan Mao, sublinhou que a representação de um governo regional eleito na Galiza "reforça a posição e capacidade de reivindicação" da área no contexto europeu, o que não acontece do lado português, por falta de um governo regional.

Para Xoan Mao, o "primeiro passo" a dar seria a eleição do presidente da Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Norte (CCDR-N), "nem que seja pelos autarcas" da área de forma a que o cargo não se limite a ser "mais um delegado" do Governo central.

"Na Galiza existe um Governo, que se pode gostar mais ou menos, mas é eleito pelos cidadãos e pelo parlamento. São eleitos e isso legitima-os e, se não se gosta deles, muda-se nas próximas eleições. No Norte de Portugal, isso não existe", apontou o dirigente.

"A participação na Europa faz-se em dois polos, autarquias e regiões. Temos as autarquias, que trabalham juntas, mas não temos regiões que as representem com mais escala, por isso é extremamente urgente começar pela eleição do presidente da CCDR-N, nem que seja numa fase intermédia, até que a regionalização seja aprovada e faça parte da organização do sistema politico português", continuou.

Xoan Mao apontou a aproximação do novo quadro comunitário como um "incentivo" à região.

"No Comité das Regiões, quem defende os interesses do Norte são os autarcas, mas não há uma presença da região a nível político como há o presidente da Junta da Galiza. O governo galego tem representação em Bruxelas, o Norte [de Portugal] não tem governo, não tem representação", disse.

O presidente do Eixo Atlântico, Ricardo Rio, partilha da mesma opinião de que "a regionalização é benéfica" para Portugal, nomeadamente para a Eurorregião.

"Todos os interlocutores são fundamentais para dar mais voz na Europa. O facto de Portugal não ter um interlocutor regional fragiliza a capacidade de diálogo com a Galiza, mas também a capacidade de afirmação de cada região no contexto europeu", assinalou.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório