Meteorologia

  • 06 DEZEMBRO 2019
Tempo
12º
MIN 10º MÁX 17º

Edição

PSD questiona Governo sobre avarias de TAC do hospital de Viana

Os deputados do PSD eleitos pelo Alto Minho querem que a ministra da Saúde explique porque "não foram sanadas de vez as recorrentes avarias" do equipamento de TAC do Hospital de Santa Luzia, em Viana do Castelo.

PSD questiona Governo sobre avarias de TAC do hospital de Viana
Notícias ao Minuto

10:37 - 15/11/19 por Lusa

Política PSD

Num requerimento enviado a Marta Temido, e a que a Lusa teve hoje acesso, os deputados Jorge Mendes, Emília Cerqueira e Eduardo Teixeira querem saber "por que motivo a Unidade Local de Saúde do Alto Minho (ULSAM) não concretizou o Plano de Investimentos de 2019, onde estava previsto a aquisição de um novo TAC".

A última avaria daquele equipamento ocorreu entre 30 de outubro e 2 de novembro.

"Os doentes necessitados deste serviço têm sido encaminhados, consoante a gravidade/urgência, para o hospital Conde de Bertiandos, em Ponte de Lima (rede ULSAM), ou para unidades privadas, acompanhados por equipas clínicas do hospital de Santa Luzia, desfalcando os serviços de saúde desta unidade e acarretando custos desnecessários ao Serviço Nacional de Saúde (SNS)", lê-se no requerimento entregue na quinta-feira no parlamento e dirigido à ministra da Saúde.

Os três deputados do PSD querem saber qual "o valor dos encargos suportados pela ULSAM/SNS com a realização destes exames no setor privado, pela falta de reparação e ou substituição do equipamento no hospital de Viana do Castelo".

"Dada a reiterada suborçamentação com que se tem confrontado a administração da ULSAM, resultado dos cortes e cativações impostas pelo Orçamento de Estado, como vai esta concretizar o Plano de Investimentos, em matéria de equipamentos, da requalificação das instalações, por exemplo da consulta externa, ou para contratar profissionais de saúde de que carece", questionam os sociais-democratas.

Os parlamentares querem ainda saber "se o Ministério da Saúde vai, com urgência, repor a equidade orçamental, equiparando o financiamento da ULSAM, com base na capitação, às suas congéneres ou unidades hospitalares da região norte".

A ULSAM integra os hospitais de Santa Luzia, em Viana do Castelo, e Conde de Bertiandos, em Ponte de Lima, 13 centros de saúde, uma unidade de saúde pública e duas de convalescença, servindo uma população residente superior a 250 mil pessoas.

No total, a ULSAM emprega mais de 2.500 profissionais, entre eles, 501 médicos e 892 enfermeiros.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório