Meteorologia

  • 14 NOVEMBRO 2019
Tempo
14º
MIN 10º MÁX 16º

Edição

Teresa Morais acusa PSD de "excesso de tática e falta de substância"

Social-democrata lamenta que 12 dias após as eleições o PSD de Rio não tenha "nada para dizer ao país".

Teresa Morais acusa PSD de "excesso de tática e falta de substância"

A social-democrata Teresa Morais, crítica da direção de Rui Rio, acusa o partido de “excesso de tática” e de “falta de substância”.

Doze dias passados sobre as eleições, o PSD nada tem a dizer ao país”, lamenta a ex-governante numa publicação feita no Facebook.

A social-democrata critica o facto de, após uma “suposta análise dos resultados, à porta fechada”, não ter sido feito “sequer um comentário aprofundado do que se passou”.

Oposição ao governo ainda em funções, não há. Análise sobre o governo já conhecido, também não”, constata, concluindo por fim que “nesta direção do PSD, onde afinal sempre domina o tabu, há excesso de tática e falta de substância”.

Recorde-se que o presidente do PSD está em reflexão sobre a possibilidade de se recandidatar ou não à liderança do partido. O primeiro a anunciar que seria candidato foi o antigo líder da bancada parlamentar, Luís Montenegro.

Esta sexta-feira, Miguel Pinto Luz também se colocou na linha de partida ao anunciar, através de um vídeo no Youtube, que será candidato a líder do PSD

O ex-ministro de Pedro Passos Coelho, Jorge Moreira da Silva, também equaciona uma eventual candidatura, mas só se sentir que o partido está preparado para uma refundação

O próximo conselho nacional do PSD vai realizar-se em Bragança, não havendo ainda uma data definida para tal. 

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório