Meteorologia

  • 21 NOVEMBRO 2019
Tempo
13º
MIN 12º MÁX 16º

Edição

Montenegro "respeita" palavras de Cavaco sobre resultados eleitorais

O antigo líder parlamentar do PSD Luís Montenegro disse hoje que "respeita muito" as palavras do ex-Presidente da República Cavaco Silva, que admitiu tristeza pelos resultados nas legislativas, mas escusou-se a comentar a preferência deste por Maria Luís Albuquerque.

Montenegro "respeita" palavras de Cavaco sobre resultados eleitorais
Notícias ao Minuto

21:59 - 11/10/19 por Lusa

Política PSD

"Só uma situação muito grave e muito importante para o futuro do PSD poderia ter obrigado o professor Aníbal Cavaco Silva, que foi 10 anos primeiro-ministro e 10 anos Presidente da República - e não é propriamente uma personalidade que tenha intervenção partidária - a tomar a posição que tomou. Respeito muito e concordo com o que ele disse", afirmou Luís Montenegro.

O social-democrata, que na quarta-feira, em entrevista à SIC, anunciou que será candidato à liderança do PSD, falava aos jornalistas em Espinho, distrito de Aveiro, à margem de um jantar comemorativo do 10.º aniversário do executivo municipal local.

Na terça-feira, numa declaração escrita enviada à Lusa, Cavaco Silva afirmou: "Como social-democrata com fortes ligações à história do PSD, o resultado obtido pelo partido não pode deixar de me entristecer".

Na declaração, o antigo chefe de Estado defendeu também como "urgente" a mobilização dos militantes que se afastaram ou foram afastados, apontando a ex-ministra Maria Luís Albuquerque.

Hoje, Luís Montenegro, que voltou a desafiar o atual presidente do partido, Rui Rio, a também concorrer às eleições internas, reiterou que não fará acordos com o PS e sobre Maria Luís Albuquerque disse estar de acordo com Cavaco Silva.

"O professor Cavaco Silva disse que era preciso chamar ao partido várias pessoas que tinham sido afastadas ou que se tinham afastado da vida partidária. Estou de acordo com ele. Ele referiu um caso concreto e também estou de acordo com ele. Também acho que a doutora Maria Luís Albuquerque faz muita falta ao combate político do PSD", referiu.

Quanto à possibilidade de esta ser candidata à liderança do PSD, Montenegro respondeu: "É bem-vinda, mas creio que é melhor esperar pela posição que ela vai tomar", adiantou.

Com eleições diretas previstas para janeiro, se o calendário não for alterado, Luís Montenegro é o primeiro candidato assumido à liderança do PSD, já que Rui Rio afirmou na noite eleitoral das legislativas - em que o PSD obteve 27,9% dos votos contra 36,6% do PS - que iria "ponderar" com serenidade a sua continuidade.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório