Meteorologia

  • 16 OUTUBRO 2019
Tempo
20º
MIN 13º MÁX 21º

Edição

PCP recebe coima de 48 milhões de euros à EDP sem surpresa

O PCP afirmou hoje que a coima de 48 milhões de euros aplicada pela Autoridade da Concorrência à EDP Produção não é uma surpresa e peca por tardia, reclamando à elétrica a devolução de 140 milhões de euros.

PCP recebe coima de 48 milhões de euros à EDP sem surpresa
Notícias ao Minuto

18:52 - 19/09/19 por Lusa

Política EDP

"Neste caso concreto trata-se de, por via da manipulação de dados, num setor em que é a principal empresa, a EDP, a prejudicar as famílias e a economia portuguesa em cerca de 140 milhões de euros. Com as privatizações, nem os preços da energia desceram, nem o investimento da empresa aumentou, nem o serviço melhorou.", lê-se em comunicado dos comunistas.

Numa decisão que "não é uma surpresa para o PCP, (...) a coima (...) só peca por tardia, mas é mais um forte contributo para a urgente devolução pela EDP dos 140 milhões de euros ao país", refere o comunicado.

Os comunistas lamentam "a longa e inaceitável duração de muitos destes processos de investigação e decisão final, nos procedimentos destas entidades contra os operadores económicos que acompanham no âmbito das suas funções", citando o caso da banca, por exemplo.

"Uma realidade que confirma que não é a regulação, mas o controlo público destes setores - banca, energia, comunicações, etc - que garante os interesses nacionais", defendem os dirigentes comunistas.

A Autoridade da Concorrência anunciou na quarta-feira que condenou a EDP Produção a pagar uma multa de 48 milhões de euros por abuso de posição dominante.

A EDP negou hoje as acusações e disse que vai recorrer da decisão por falta de sustentação factual, jurídica e económica.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório