Meteorologia

  • 19 OUTUBRO 2019
Tempo
17º
MIN 14º MÁX 19º

Edição

Bloco de Esquerda acusado de "vandalização" devido a grafitti

A imagem que está a circular na internet foi tirada junto a uma das paredes do Instituto Superior Técnico, em Lisboa. O presidente da instituição já se pronunciou. O Bloco de Esquerda, contactado pelo Notícias ao Minuto, remeteu-se ao silêncio.

Bloco de Esquerda acusado de "vandalização" devido a grafitti

A deputada Mariana Mortágua foi fotografada, juntamente com outros elementos do Bloco de Esquerda, a grafittar uma parede do Instituto Superior Técnico (IST), em Lisboa.

A denúncia foi feita nas redes sociais pelo presidente do IST que acusa os elementos do partido bloquista de vandalização”.

Numa curta mensagem escrita, que acompanha a imagem, Arlindo L. Oliveira explica que se trata de um grafitti feito hoje [quarta-feira] nos muros do Instituto Superior Técnico por autores (pouco) anónimos”.

Desagradado com o sucedido, o presidente do IST questiona: “Será que a vandalização de património público conta na programa do Bloco de Esquerda?”

O Notícias ao Minuto entrou em contacto com o partido coordenado por Catarina Martins, mas não obteve qualquer resposta até ao momento da publicação desta notícia.

Quem também se pronunciou nas redes sociais a este respeito foi Nilza de Sena. A deputada do PSD eleita por Beja partilhou a fotografia e referiu que, pese embora “digam que pintar paredes é liberdade de expressão” é necessário que “alguém explique a esta gente que vandalizar património público não só é causar dano que custará dinheiro ao erário público, como é de uma total falta de respeito e de sentido de civilidade”.

E ainda lança uma farpa aos elementos do partido: “É assim que vemos quem são: de noite a perorar nas TVs e de dia a vandalizar edifícios públicos. Que vergonha.....”. 

A polémica também não passou despercebida a Hugo Ernando. O candidato independente que vai concorrer pelo círculo do Porto nas eleições legislativas, contando com o apoio do Chega, também criticou a iniciativa dos bloquistas.

“E para completar parece que somos todos nós a pagar porque a câmara vai intervir e vai pintar com o dinheiro de todos nós a parede. Reina a impunidade”, escreveu.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório