Meteorologia

  • 22 NOVEMBRO 2019
Tempo
15º
MIN 13º MÁX 18º

Edição

PS alerta para alarmismos populistas que apontam para caos se PSD perder

O cabeça de lista do PS às eleições legislativas da Madeira, Paulo Cafôfo, alertou hoje para os "alarmismos populistas", que apontam para o "caos" na região autónoma se o PSD perder as eleições de domingo.

PS alerta para alarmismos populistas que apontam para caos se PSD perder
Notícias ao Minuto

23:58 - 17/09/19 por Lusa

Política Legislativas

"Quero dizer que esses alarmismos populistas, que essa dramatização que depois deles é o caos, não faz sentido", afirmou o candidato, num jantar-comício com mais de 500 militantes e simpatizantes, na freguesia da Camacha, concelho de Santa Cruz, zona leste da Madeira.

Paulo Cafôfo foi recebido com grande entusiasmo, muitas bandeiras no ar, muitos 'slogans' de apoio e cânticos também, como, por exemplo, "Graças a Deus, tudo vai mudar, graças a Deus, Cafôfo vai ganhar".

"Nunca foi tão importante que todos vão votar no próximo domingo", declarou, considerando que a decisão dos madeirenses será "histórica" e só existem duas opções: continuar com a "estagnação" do PSD e do seu Governo, que "não tem capacidade de resolver os problemas", ou escolher uma "mudança protagonizada pelo PS".

Paulo Cafôfo considerou, mesmo, que o momento "é agora ou nunca".

"Nestes anos de democracia, de autonomia, estas são as eleições mais importantes e quero dizer, olhos nos olhos, aos madeirenses e porto-santenses, que é agora ou nunca, mas sei que será agora porque confiamos numa mudança, numa vitória no dia 22 de setembro", disse.

E reforçou: "A Madeira necessita de uma mudança, a Madeira necessita de um novo ciclo político e nós sentimos, nós ouvimos e nós vemos na rua esse entusiasmo. Não estamos enganados, porque confiamos no povo madeirense e confiamos que quer uma mudança na nossa região".

O PS tem cinco deputados no parlamento regional.

Paulo Cafôfo referiu-se, por outro lado, aos resultados de uma sondagem, hoje divulgados, que atribui ao Partido Socialista 29% das intenções de voto e a eleição de 18 deputados, num total de 47.

"Não desprezo as sondagens. Olho, observo e analiso as sondagens, mas também sei que a verdadeira sondagem será no dia 22 de setembro", afirmou, lembrando que em 2013, quando concorreu pela primeira vez à presidência da Câmara Municipal do Funchal, não houve nenhuma sondagem que lhe fosse favorável e, no entanto, venceu as eleições.

A sondagem foi realizada pela Universidade Católica Portuguesa para a RTP e aponta para a vitória do PSD nas legislativas regionais de domingo, mas sem maioria absoluta, obtendo 38% dos votos e elegendo 23 deputados (o mínimo para a maioria absoluta são 24).

O PS fica em segundo lugar com 29% e a eleição de 18 deputados.

Nesta sondagem, o CDS-PP, atualmente o maior partido da oposição madeirense com sete deputados, regista uma queda, obtendo 5% dos votos, a mesma percentagem do Bloco de Esquerda.

O JPP obtém 4%, a CDU 3%, Aliança e MPT alcançam cada um 1,5%, segundo a sondagem.

Às eleições regionais da Madeira, onde os sociais-democratas governam com maioria absoluta desde 1976, concorrem 16 partidos e uma coligação: PDR, CHEGA, PNR, BE, PS, PAN, Aliança, Partido da Terra-MPT, PCTP/MRPP, PPD/PSD, Iniciativa Liberal, PTP, PURP, CDS-PP, CDU (PCP/PEV), JPP e RIR.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório