Meteorologia

  • 15 OUTUBRO 2019
Tempo
15º
MIN 12º MÁX 20º

Edição

Aliança destaca ambiente e demografia como problemas a resolver

O cabeça de lista do Aliança às eleições legislativas da Madeira, Joaquim Sousa, destacou hoje a resolução dos problemas ambientais e demográficos como prioridade no arquipélago.

Aliança destaca ambiente e demografia como problemas a resolver
Notícias ao Minuto

22:09 - 17/09/19 por Lusa

Política Legislativas

.

"A Madeira tem um problema demográfico. Segundo o Instituto Nacional de Estatística, em 2040, teremos menos 40% de jovens e mais de 85% de pessoas com mais 65 anos, e isso é um problema para os serviços públicos, o serviço de saúde, a educação, a Segurança Social", afirmou.

Joaquim Sousa falava aos jornalistas no Funchal, na presença do presidente do Aliança, Pedro Santana Lopes, que hoje chegou à Madeira para apoiar a lista do partido às eleições de domingo.

Referindo-se ao "problema grave em termos climáticos", o candidato disse que a floresta laurissilva, que "tornou a Madeira famosa, está a reduzir".

"Fala-se em asfaltar caminhos dentro da laurissilva, [que] não está protegida, vai regredindo", lamentou.

"A nova espécie endémica da Madeira, que é o plástico, vai do mar à serra, está nas ribeiras, está em todo o lado", acrescentou.

Joaquim Sousa defendeu que tem de se tomar uma "posição clara" em relação ao Acordo de Paris, porque a União Europeia "comprometeu-se com as alterações climáticas e com a descarbonização".

"A Madeira vai ter de voltar a estar, como já esteve no tempo do Alberto João Jardim [ex-presidente do Governo Regional], na vanguarda no que toca aos fundos comunitários. Não podemos voltar a ter um quadro comunitário como tivemos este. Até porque o próximo vai ser estruturante nas nossas vidas, porque fala da descarbonização da nossa economia, da requalificação profissional, fala das pessoas", concluiu.

Nascido em Évora, em novembro de 1973, Joaquim José Sousa, cresceu e viveu em Lisboa, tendo estudado na Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa, onde se licenciou em Geografia, Estudos Europeus e Gestão e Administração Escolar.

Antes de ir para a Madeira, lecionou em estabelecimentos no continente e nos Açores, tendo criado a Associação Insular de Geografia e a Associação Científica do Atlântico.

Na Madeira, foi durante nove anos professor e presidente do conselho executivo da escola do Curral das Freiras, na zona rural do concelho de Câmara de Lobos, que estava no fim da tabela e acabou por ser considerada uma das melhores do país no 'ranking' de 2015, nos exames de Português e Matemática, mas divergências com a Secretaria da Educação da Madeira acabaram por o afastar.

Esta é a primeira vez que o Aliança concorre às legislativas da Madeira.

PDR, CHEGA, PNR, BE, PS, PAN, Aliança, Partido da Terra-MPT, PCTP/MRPP, PPD/PSD, Iniciativa Liberal, PTP, PURP, CDS-PP, CDU (PCP/PEV), JPP e RIR são as 17 candidaturas validadas para estas eleições, com um círculo único.

Nas regionais de 2015, os sociais-democratas seguraram a maioria absoluta - com que sempre governaram a Madeira - por um deputado, com 24 dos 47 parlamentares.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório