Meteorologia

  • 19 SETEMBRO 2019
Tempo
21º
MIN 17º MÁX 27º

Edição

Catarina Martins diz que habitação é o "investimento público mais seguro"

A coordenadora do BE, Catarina Martins, defendeu hoje que responder à "grave crise de habitação" é "o investimento público mais seguro que se pode fazer" em Portugal porque quem vive do seu trabalho paga a renda.

Catarina Martins diz que habitação é o "investimento público mais seguro"
Notícias ao Minuto

18:09 - 01/09/19 por Lusa

Política Legislativas

No encerramento do Fórum Socialismo 2019, a rentrée política do BE, que decorreu no Porto, Catarina Martins afirmou que "não há quem não saiba em Portugal que tem faltado o investimento onde sobram os problemas", propondo o partido no seu programa eleitoral às legislativas "investimento com critério".

"Querem falar de crises? Falemos de crises. Portugal tem uma grave crise de habitação e portanto se queremos responder ao país vamos responder pelo direito à habitação", atirou.

Referindo-se à proposta eleitoral de um "programa de reabilitação urbana capaz de travar a crise de habitação e colocar 100 mil casas com rendas entre os 150 e os 500 euros", a coordenadora bloquista lembrou que "em Portugal quando se fez, no passado, já há décadas, programas de investimento na habitação, todo ele teve retorno".

"Por esta razão tão simples que quem vive do seu trabalho paga a renda da sua casa, cumpre os seus compromissos. É sempre quem trabalha que cumpre e ao cumprirmos o direito à habitação seguramente estamos a fazer o investimento público mais seguro que se pode fazer neste país", defendeu.

Catarina Martins contrapõe com "o sistema financeiro, onde o Estado já colocou 17 mil milhões de euros que nunca ninguém pagou".

"As pessoas em Portugal pagam a sua renda da sua casa, não fazem como Ricardo Salgado Berardo a dizer que não têm dívidas", apontou.

A líder do BE cita quem diz que "as questões do investimento são muito complicadas, ou que o país não pode mais".

"Agora até Mário Centeno vem dizer que tem que aumentar o investimento. As coisas vão mudando", ironizou, fazendo-se ouvir algumas gargalhadas na plateia montada debaixo de uma tenda no campo de futebol da Escola Artística Soares dos Reis do Porto.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório