Meteorologia

  • 20 OUTUBRO 2019
Tempo
16º
MIN 12º MÁX 18º

Edição

Celebrar baixa taxa de fertilidade? "Gostava de conhecer essas pessoas"

Adolfo Mesquita Nunes reagiu à polémica do cartaz que celebra a baixa taxa de nascimentos em Portugal.

Celebrar baixa taxa de fertilidade? "Gostava de conhecer essas pessoas"

Um cartaz que celebra os baixos índices de natalidade portugueses, e que pode ser visto na Praia das Maçãs, está a gerar polémica. Adolfo Mesquita Nunes recorreu às redes sociais para refletir sobre o tema.

Na sua página oficial de Facebook, o centrista defende que "cada um celebra o que quer" e "deve ser livre de ter os filhos que entender". Porém, reforça, "gostava de conhecer melhor estas pessoas que querem celebrar a nossa taxa de fertilidade, das mais baixas da Europa".

Adolfo Mesquita Nunes vai mais além e questiona mesmo se "são daqueles que querem mais pensões e mais altas, apesar de nascer cada vez menos gente para as financiar?". Ou ainda, "são daqueles que querem um modelo social mais robusto, cheio de prestações, apesar de nascer cada vez menos gente para o sustentar?".

Recorde-se que o cartaz em questão integra uma campanha lançada pela organização The Great Decrease que tem como objetivo alertar para os perigos que a sobrepopulação representa para o planeta Terra.

Portugal, refira-se ainda, é o país da Europa com o mais baixa taxa de natalidade da Europa.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório