Meteorologia

  • 19 JULHO 2019
Tempo
18º
MIN 17º MÁX 19º

Edição

CDU diz que bocas-de-incêndio da Feira estão sem caudal

A CDU de Santa Maria da Feira afirmou hoje que há bocas-de-incêndio no concelho sem caudal adequado à utilização por veículos dos bombeiros, responsabilizando por isso a empresa concessionária da rede de água local.

CDU diz que bocas-de-incêndio da Feira estão sem caudal
Notícias ao Minuto

19:04 - 11/07/19 por Lusa

Política Bombeiros

A empresa em causa, Indaqua Feira, rejeita a acusação, afirmando que, mesmo após confirmação, não recebeu das entidades competentes qualquer denúncia de serviço irregular.

A coligação entre PCP e PEV, contudo, declara em comunicado: "Na sequência de um incêndio que deflagrou num armazém de lenha na freguesia de Rio Meão no passado mês de junho, vários moradores fizeram chegar à CDU a informação de que as bocas-de-incêndio junto ao local não tinham caudal suficiente para fazer face às necessidades dos bombeiros".

Alertando que "o abastecimento dessas infraestruturas é da responsabilidade da concessionária Indáqua", o deputado municipal da coligação, Filipe Moreira, diz que a situação tem sido recorrente: na Feira, "situações idênticas foram denunciadas pela CDU em diferentes zonas industriais ao longo dos anos" e, em municípios vizinhos, "ainda no ano passado se registaram problemas similares".

A CDU quer agora que a câmara municipal fiscalize os referidos mecanismos, por ser à autarquia que cabe verificar "o cumprimento das obrigações da referida empresa".

Ouvida pela Lusa, a administração da Indaqua Feira diz que "não foi contactada por nenhuma entidade a reportar qualquer anomalia nos órgãos de incêndio da Zona Industrial de Rio Meão" e acrescenta que, após verificação esta tarde, confirmou junto da Proteção Civil "que não se verificaram anomalias no funcionamento dos hidrantes existentes nas proximidades da área afetada".

A empresa realça, aliás, que, "face à relação muito proactiva que existe entre a Indaqua Feira, a Proteção Civil e as corporações de bombeiros do concelho, a existir alguma irregularidade ela teria sido comunicada de imediato".

Como exemplo dessa cooperação, informa que "são diversas as vistorias realizadas com os representantes das corporações de bombeiros aos órgãos de incêndio existentes nas zonas industriais" e que nessas visitas "são no imediato corrigidas quaisquer deficiências eventualmente detetadas".

A Indaqua Feira conclui assim que, no que refere ao seu território, a acusação da CDU é "infundada e não corresponde à realidade" - sendo que a empresa "não poderá tecer qualquer comentário" quanto às concessões de outros concelhos.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório