Meteorologia

  • 26 AGOSTO 2019
Tempo
--º
MIN --º MÁX --º

Edição

Parlamento discute sexta-feira expansão do metro até Loures

O parlamento discute e vota na sexta-feira recomendações do PSD, PCP, BE, 'Verdes' e PAN para a expansão da rede do metro de Lisboa até Loures, com críticas à opção pela construção da linha circular.

Parlamento discute sexta-feira expansão do metro até Loures
Notícias ao Minuto

13:08 - 03/07/19 por Lusa

Política Transportes

A apresentação destes projetos de resolução surge na sequência de uma petição que pede a expansão da rede de metropolitano ao concelho de Loures, cujo primeiro signatário é o presidente daquele município, Bernardino Soares (CDU).

Os cinco projetos de resolução vão no sentido de criticar a opção de o alargamento da rede do Metropolitano de Lisboa prever a criação de uma linha circular e não uma expansão para norte, nomeadamente para o concelho de Loures.

"O Governo ao optar pela linha circular adia, sine die, soluções que verdadeiramente podem servir a mobilidade na região, nomeadamente a expansão à zona ocidental da cidade de Lisboa bem como a expansão do metropolitano para uma zona negra do ponto de vista do transporte ferroviário pesado que é Loures", refere a proposta do PSD.

Assim, os sociais-democratas defendem a suspensão da construção da linha circular e a realização de estudos técnicos de viabilidade económica para a expansão da linha amarela até Alcântara, da linha vermelha para a zona ocidental de Lisboa e a extensão do metro para o concelho de Loures.

No mesmo sentido, o projeto de resolução do PCP insta o Governo a reconsiderar a opção de concretizar a construção da linha circular e defende a sua expansão para Alcântara e para Loures.

"A construção da linha circular trará poucas vantagens à cidade de Lisboa e implicará um conjunto de prejuízos aos atuais utentes e sobretudo um desenvolvimento errado da rede de metropolitano", alertam os comunistas.

Já o Bloco de Esquerda considera que a exclusão de Loures da rede de metropolitano "não tem em conta a deslocação crescente de muitas famílias para os concelhos vizinhos da capital, fruto do aumento exponencial das rendas de habitações em Lisboa".

Também o PAN (Pessoas--Animais--Natureza) defende que "é prioritária a expansão da rede do metropolitano para outros concelhos e zonas da cidade, como Loures, Sintra e a zona ocidental da cidade de Lisboa, nomeadamente Alcântara, Ajuda e Belém.

"Tal necessidade assenta no facto de apenas desta forma ser possível reduzir o número elevado de veículos que entra diariamente em Lisboa", justifica o PAN.

Por seu turno, o projeto de resolução de "Os Verdes" (PEV) defende, além da expansão até ao concelho de Loures, a "necessidade de investimento nos transportes públicos coletivos, nomeadamente o metropolitano".

"O metro de Lisboa tem sofrido um forte desinvestimento e continua a aguardar respostas efetivas aos problemas e os efeitos são bem visíveis", sublinha o PEV, defendendo a "urgente contratação de trabalhadores e a realização de obras nas estações.

O Governo anunciou em maio de 2017 que o Metropolitano de Lisboa irá ter mais duas estações - Estrela e Santos -, num investimento de 210 milhões de euros até 2023.

Estão ainda previstas novas estações nas Amoreiras e em Campo de Ourique, embora nestes dois casos sem uma data prevista de conclusão.

De acordo com o plano de desenvolvimento operacional da rede, apresentado em conferência de imprensa, em Lisboa está prevista uma ligação da estação do Rato (atual Linha Amarela) ao Cais do Sodré (Linha Verde), com duas novas estações na Estrela e em Santos.

Contudo, o atual traçado da Linha Amarela, que liga as estações de Odivelas ao Rato, irá, segundo o novo plano, sofrer alterações de percurso e passará a integrar também a estação de Telheiras (Linha Verde).

Assim, segundo o novo plano, a Linha Amarela passará a ligar Odivelas a Telheiras (com desvio no Campo Grande) e as restantes atuais estações que fazem parte desta linha (Cidade Universitária-Rato) passarão a fazer parte da Verde, que irá assumir um trajeto circular.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório