Meteorologia

  • 21 JULHO 2019
Tempo
26º
MIN 22º MÁX 31º

Edição

CDS pede audição de membro demissionário do Observatório do Pinhal do Rei

O CDS-PP pediu hoje a audição do membro especialista do Observatório do Pinhal do Rei Ricardo Vicente, que apresentou a demissão na quarta-feira com críticas ao Governo e à coordenadora do organismo.

CDS pede audição de membro demissionário do Observatório do Pinhal do Rei
Notícias ao Minuto

16:14 - 23/06/19 por Lusa

Política Ricardo Vicente

Face à demissão do especialista, o CDS-PP enviou hoje um requerimento, com caráter de urgência, para a audição de Ricardo Vicente, assim como do ministro da Agricultura, Florestas e Desenvolvimento Rural, Luís Capoulas Santos, para serem prestados "todos os esclarecimentos sobre a situação da Mata Nacional de Leiria e do Observatório do Pinhal do Rei", refere o partido.

No requerimento o CDS-PP recorda as críticas de Ricardo Vicente aquando da apresentação da sua demissão, em que referiu haver falta de coordenação no Observatório do Pinhal do Rei e ausência de vontade política para o seu funcionamento.

"O CDS-PP considera que este é um assunto de extrema gravidade e, face a estas revelações, entende ser urgente e imprescindível obter todos os esclarecimentos", salienta o partido, no requerimento enviado à Comissão da Agricultura e Mar.

Na quarta-feira, numa carta dirigida à presidente da Câmara Municipal da Marinha Grande e coordenadora do Observatório do Pinhal do Rei, Cidália Ferreira (PS), Ricardo Vicente anunciou a sua demissão, referindo que, apesar de ter sido produzido um parecer "muito relevante sobre o Relatório da Comissão Científica", o especialista considera que o Observatório "não está a responder às suas principais responsabilidades".

"Ao nível da sua coordenação e, também, ao nível do ICNF [Instituto de Conservação da Natureza e das Florestas], não há vontade política para que esta instituição responda aos seus compromissos, que estão espelhados no despacho da sua criação", afirma.

Ricardo Vicente acrescenta na missiva, a que a agência Lusa teve acesso, que "também o ministro da Agricultura e Florestas, Luís Capoulas Santos, e o secretário de Estado das Florestas, Miguel Freitas, "desconsideraram" os elementos do Observatório.

O engenheiro salienta ainda que esta entidade deve reunir-se mensalmente, mas a última reunião foi a 11 dezembro de 2018 para finalização do parecer emitido.

O Observatório do Pinhal do Rei foi criado na sequência do incêndio de outubro de 2017, que devastou mais de 80% da Mata Nacional de Leiria.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório