Meteorologia

  • 22 JULHO 2019
Tempo
18º
MIN 16º MÁX 21º

Edição

PSD: Manuel Frexes demite-se da liderança da distrital de Castelo Branco

O deputado Manuel Frexes demitiu-se da presidência da distrital de Castelo Branco do PSD, informou hoje, em carta enviada aos militantes.

PSD: Manuel Frexes demite-se da liderança da distrital de Castelo Branco
Notícias ao Minuto

21:21 - 01/06/19 por Lusa

Política Partido

Na mesma carta, o antigo presidente da Câmara do Fundão entre 2002 e 2012 comunica também que não se vai recandidatar ao cargo de deputado da Assembleia da República, que exerce atualmente.

Fazendo uma alusão à acusação do Ministério Público, que o constituiu como arguido por suspeitar de alegados crimes de prevaricação e corrupção quando liderava o município do Fundão, Manuel Frexes considera "inaceitável" e "insuportável" a "condenação mediática" a que diz ter sido sujeito.

"Assim não vale a pena estar na política. Por ter a consciência tranquila com o meu percurso, por respeitar o meu partido e os militantes que me escolheram para liderar a distrital do PSD de Castelo Branco, tomei a decisão de convocar eleições para a distrital do partido e não me recandidatar ao cargo de deputado na Assembleia da República", pode ler-se na carta assinada pelo líder demissionário, que acredita dever fazê-lo nesta fase, após as eleições europeias e antes da escolha dos candidatos a deputados pelo círculo de Castelo Branco.

Questionado pela agência Lusa, Manuel Frexes explicou que o seu mandato terminaria apenas em julho de 2020, tendo reunido a comissão distrital na sexta-feira, momento em que os restantes membros presentes também acompanharam o líder na demissão.

Segundo o deputado do PSD, as eleições para a distrital vão decorrer em 06 de julho.

Manuel Frexes, que apoiou Santana Lopes nas eleições à liderança do PSD, sublinhou que a razão principal para apresentar a demissão "são os julgamentos em praça pública".

Questionado sobre se o facto de ter apoiado o candidato vencido à liderança do PSD teve algum peso, Manuel Frexes recusou prestar qualquer esclarecimentos, remetendo para a carta enviada aos militantes.

Nesse documento, o líder demissionário apenas afirma que não vai aproveitar a sua saída da liderança da distrital "para fazer a crítica pública", apelando à "união e ao cerrar de fileiras" dentro do partido.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório