Meteorologia

  • 20 JULHO 2019
Tempo
25º
MIN 22º MÁX 29º

Edição

Daniel Adrião exige primárias para escolher de deputados do PS

O dirigente socialista Daniel Adrião entrega hoje ao secretário-geral do PS, António Costa, uma carta aberta subscrita por militantes para a realização de eleições primárias na escolha de deputados.

Daniel Adrião exige primárias para escolher de deputados do PS
Notícias ao Minuto

11:55 - 30/05/19 por Lusa

Política PS

Daniel Adrião adiantou à agência Lusa que a carta aberta de que é portador é assinada por "mais de uma centena de militantes socialistas" e que a entregará ao líder do seu partido na reunião da Comissão Política Nacional do PS desta noite.

"A realização de primárias abertas para a escolha dos candidatos a deputados às próximas eleições legislativas tornou-se ainda mais premente e urgente, depois de se ter registado nas eleições europeias de domingo passado a mais alta taxa de abstenção de sempre em Portugal, desde da instauração do regime democrático em 1974: 69,27%. Um resultado claramente em contraciclo com a abstenção verificada na generalidade dos países europeus, que registou a maior diminuição dos últimos 20 anos, cifrando-se na média da União Europeia em 49,18%", alega o dirigente socialista.

A realização de eleições primárias abertas, segundo Daniel Adrião, "é a melhor forma de respeitar e apelar à participação e à mobilização do eleitorado socialista e de recuperar a confiança dos cidadãos na democracia, nas suas instituições e nos agentes políticos".

O secretário-geral do PS convocou para hoje, às 21h00, uma reunião da Comissão Política Nacional do seu partido, depois de os socialistas terem vencido no domingo as eleições europeias com 33,4% dos votos.

Na reunião da Comissão Nacional Política do PS, que tem como ponto único da ordem de trabalhos "a análise da situação política", os socialistas deverão começar já a preparar a campanha para as eleições legislativas.

Para a direção do PS, os resultados das eleições europeias abriram "boas perspetivas" de um triunfo no ato eleitoral de 6 de outubro próximo - uma convicção de que justifica com o facto de a vantagem alcançada face ao PSD ter atingido os 11 pontos percentuais e de os socialistas, sozinhos, terem mais cinco pontos percentuais do que PSD e CDS juntos.

A partir de agora, o PS entrará na fase de preparação do programa eleitoral, documento que deverá ser apresentado publicamente no final de julho.

Para a última semana de julho, está previsto o fecho do processo interno para a escolha dos candidatos a deputados nas próximas eleições legislativas, através de reuniões das comissões Política e Nacional do PS.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório