Meteorologia

  • 16 JULHO 2019
Tempo
19º
MIN 17º MÁX 21º

Edição

Resultados "mostraram que vasta maioria é a favor da integração europeia"

O ministro dos Negócios Estrangeiros, Augusto Santos Silva, elogiou hoje os resultados das eleições europeias, referindo que mostraram que a grande maioria dos eleitores é a favor da integração europeia.

Resultados "mostraram que vasta maioria é a favor da integração europeia"
Notícias ao Minuto

14:53 - 27/05/19 por Lusa

Política Europeias

"Os resultados das eleições europeias mostraram, mais uma vez, que a vasta maioria [dos eleitores] é a favor da integração europeia e votou em partidos pró-europeus", afirmou Santos Silva, depois de um encontro com o seu homólogo holandês.

"Foi um bom resultado", sublinhou.

O resultado das Europeias foi um dos assuntos debatidos entre os dois responsáveis pelas pastas dos Negócios Estrangeiros, que também falaram sobre a agenda europeia para questões como o quadro financeiro multianual, o 'Brexit' e as alterações climáticas.

"Tivemos uma discussão muito frutífera", garantiu o ministro português, sublinhando que os dois países têm "uma relação muito próxima e de afinidade".

Para Augusto Santos Silva, vai ser "muito interessante" seguir a dinâmica entre os partidos europeístas.

"O Conselho Europeu e o Parlamento Europeu têm de interagir e temos no Conselho Europeu conservadores, liberais e sociais-democratas, [mas] não existe, no momento, nenhum primeiro-ministro 'verde'", referiu

No entanto, "no Parlamento Europeu, a interação entre conservadores, sociais-democratas, liberais e 'verdes' será necessária", lembrou.

"Será uma dinâmica política muito interessante, tanto no Conselho Europeu como no Parlamento Europeu", disse Santos Silva.

Segundo o ministro português, o principal resultado das eleições europeias -- que em Portugal aconteceram no domingo - foi "o reforço dos partidos pró-europeus que, juntos, representam cerca de dois terços do total dos deputados europeus".

"Apesar dos receios de subida dos partidos anti-Europa, acabámos por ver outra significativa vitória daqueles que acreditam que a integração europeia é o nosso futuro comum", reforçou, referindo que "há menos de 120 assentos atribuídos à extrema-direita".

Isto representa, segundo o ministro dos Negócios Estrangeiros português, "menos de um sexto do total", o que o leva a afirmar que esta força sofreu uma derrota.

"O principal objetivo destas forças era terem capacidade suficiente para bloquearem algumas decisões, mas não conseguiram. Pelo contrário, vimos os conservadores e os social-democratas perderem assentos, mas de uma forma moderada e [vimos] um crescimento significativo de assentos de liberais e 'verdes'", concluiu.

O ministro holandês dos Negócios Estrangeiros, Stef Blok, congratulou hoje Frans Timmermans, líder do Partido Trabalhista da Holanda (PvdA) pela vitória alcançada nas eleições europeias.

"Tenho que congratular Timmermans pelos excelentes resultados eleitorais" afirmou Stef Blok, depois de um encontro com o seu homólogo português acrescentando não querer "mencionar o nome de nenhum candidato holandês".

Blok referiu ainda que "há muita especulação, mas não há acordo sobre os candidatos".

O Partido Trabalhista da Holanda (PvdA), formação encabeçada por Frans Timmermans, venceu com 18,10% dos votos as eleições europeias, segundo projeções divulgadas pelo Parlamento Europeu (PE), que indicam também que os nacionalistas ficam na quarta posição.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório