Meteorologia

  • 23 JULHO 2019
Tempo
20º
MIN 17º MÁX 23º

Edição

No PS pede-se primárias para candidatos a deputados às legislativas

Mais de uma centena de militantes assinam uma carta aberta enviada hoje ao secretário-geral do PS, António Costa, pedindo-lhe que marque eleições primárias para a escolha dos candidatos a deputados às eleições legislativas de outubro deste ano.

No PS pede-se primárias para candidatos a deputados às legislativas
Notícias ao Minuto

19:52 - 23/05/19 por Lusa

Política Militantes

"Caro camarada António Costa, em coerência com o compromisso por si assumido desde a campanha das eleições primárias, realizadas em setembro de 2014, que o conduziram à liderança do Partido Socialista, aguardamos que desencadeie o mais rapidamente possível e em tempo útil, os procedimentos necessários à convocação de eleições primárias abertas à base social de apoio do partido, para a escolha dos candidatos a deputados às próximas Eleições Legislativas, ao abrigo do artigo 68.º dos Estatutos (Eleições Primárias), aprovados por sua proposta, no último Congresso Nacional", é referido na missiva, a que a Lusa teve acesso.

Cento e sete militantes, inscritos em várias Federações do PS, de Norte a Sul do país, subscrevem a carta aberta "no uso dos direitos que os Estatutos lhe conferem", formalizando as respetivas candidaturas a candidatos a deputados às eleições legislativas de 06 de outubro.

Entre os subscritores da carta aberta está Daniel Adrião, ex-candidato à liderança do PS, que obteve 4% dos votos nas diretas que perdeu para António Costa, no ano passado. Daniel Adrião contestou, contudo, estes resultados, alegando que nunca foi divulgado o número absoluto de votos de cada uma das candidaturas.

No último Congresso socialista, realizado em maio de 2018, Daniel Adrião elegeu 28 dos 251 membros da Comissão Nacional do PS, com 11,03% dos votos contra 86,6% da lista encabeçada pela secretária-geral adjunta, Ana Catarina Mendes.

"Estas candidaturas resultam da firme convicção de que o Partido Socialista sairá reforçado com a abertura de um amplo e participado processo de debate, que se traduza numa escolha verdadeiramente democrática, permitindo que seja a comunidade socialista a decidir quem são os socialistas que considera serem os mais qualificados e preparados para integrar as listas do PS e, consequentemente, virem a merecer a confiança dos eleitores para os servir como deputados à Assembleia da República", lê-se na missiva.

Num momento em que a classe política nacional "padece de um enorme descrédito e os cidadãos se afastam cada vez mais da atividade político-partidária, fragilizando com isso as instituições democráticas", os subscritores da carta entendem que "urge devolver a palavra àqueles a quem as decisões se destinam e pôr um ponto final nas escolhas feitas em circuito fechado e entre núcleos restritos de dirigentes".

"Informamos, ainda, que os militantes abaixo-assinados, na sua qualidade de candidatos a candidatos e/ou defensores da realização de primárias abertas para a escolha dos candidatos a titulares de cargos políticos do partido, darão início a um conjunto de ações de contacto com militantes e simpatizantes socialistas e eleitores do PS, com o objetivo de darem a conhecer as suas ideias e promoverem as respetivas candidaturas", é ainda referido na carta.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório