Meteorologia

  • 21 MAIO 2019
Tempo
21º
MIN 18º MÁX 23º

Edição

"Mais uma vez", o Governo está a "falhar" e a "confiar em São Pedro"

O PSD acusou hoje o Governo de "irresponsabilidade", "ocultação da verdade" e "falta de capacidade de planeamento e gestão", uma vez que apenas 21 meios aéreos do dispositivo de combate a incêndios estarão operacionais.

"Mais uma vez", o Governo está a "falhar" e a "confiar em São Pedro"
Notícias ao Minuto

13:07 - 15/05/19 por Lusa

Política Meios Aéreos

"Mais uma vez, o Governo falhou na gestão dos meios aéreos. Hoje deveria começar a segunda fase do dispositivo de combate aos incêndios, e hoje ficámos a saber que, pelo menos 18 dos meios aéreos que eram previstos começar a atuar no terreno e estarem disponíveis para dar resposta às pessoas, não estão no terreno ou estão operacionais", disse o deputado Duarte Marques numa conferência de imprensa que decorreu na Assembleia da Republica, em Lisboa.

O dispositivo de combate a incêndios deste ano prevê 38 meios aéreos disponíveis a partir de hoje, mas só 21 vão estar operacionais, estimando o Governo que a partir de junho estejam aptas a voar todas as aeronaves.

Notando que no último debate quinzenal, na segunda-feira, "o primeiro-ministro escolheu para tema do debate o dispositivo de combate aos incêndios e ocultou deliberadamente esta informação dos portugueses", o social-democrata advogou que "há aqui um problema de transparência, mas há também um problema de irresponsabilidade na gestão dos meios aéreos", acompanhado de "falta de profissionalismo mas, cima de tudo, falta de competência".

"Há uma irresponsabilidade do ministro Eduardo Cabrita [ministro da Administração Interna], há uma ocultação da verdade por parte do primeiro-ministro, e uma falta de capacidade de planeamento e gestão do senhor ministro da Defesa", reforçou, apontando que "os portugueses não merecem isto".

Na ótica do PSD, "o cadastro deste Governo, nesta matéria, é já demasiado longo e demasiado negro para estarmos mais uma vez a falhar e a confiar no bom tempo e em São Pedro para que não existam mais mortos ou mais destruição".

Face a isto, "o PSD hoje fez chegar um conjunto de questões, quer ao ministro da Administração Interna, que é o responsável político deste dispositivo, quer ao senhor ministro da Defesa, a perguntar afinal quantos meios e onde é que estão os meios à disposição dos bombeiros".

Os sociais-democratas pretendem saber "quantos meios aéreos, quais e onde, estão de facto disponíveis no início da fase II que se inicia hoje", como explica o executivo, liderado pelo socialista António Costa, "que, mais uma vez, se volte a iniciar uma fase tão avançada do Dispositivo Especial de Combate a Incêndios Rurais sem todos os meios operacionais que estavam previstos", para quando está prevista a regularização da situação e, ainda, se o Governo "tem mais alguma informação, até agora por revelar, sobre o possível incumprimento" da segunda diretiva operacional destes dispositivo.

Falando aos jornalistas no parlamento, Duarte Marques apontou que "o Governo já tinha esta informação", de que nem todos os dispositivos estavam operacionais, "e escondeu-a dos portugueses", sendo este "o terceiro ano consecutivo em que o Governo falha na operacionalidade dos meios aéreos, falha nos prazos" e falha também em dar "no terreno aquilo que são as respostas às pessoas".

Por isso, o PSD "quer que o Governo assuma a sua responsabilidade, dê justificações".

Na opinião do partido, "o Governo devia ter começado estes concursos mais cedo", dado estar "em funções há três anos e meio, e há três anos e meio que sabe que, neste período, precisa de mais meios".

O parlamentar considerou, então, que os concursos foram lançados "demasiado tarde e de forma atabalhoada".

"Não é em janeiro, não é em dezembro que se fazem concursos para o ano seguinte. o Governo devia ter feito os concursos em tempo suficiente para que qualquer contestação, qualquer visto prévio, não impedisse os meios de atuar", referiu o deputado Duarte Marques, salientando que "o Governo continua a brincar à segurança dos portugueses, o Governo não diz a verdade aos portugueses".

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório