Meteorologia

  • 21 ABRIL 2019
Tempo
17º
MIN 14º MÁX 18º

Edição

Rio considera que Programa de Estabilidade não é "exequível"

O líder do PSD, Rui Rio, disse hoje, em Coimbra, que o Programa de Estabilidade e Crescimento 2019-2013 apresentado segunda-feira pelo Governo não é, à partida, "exequível".

Rio considera que Programa de Estabilidade não é "exequível"
Notícias ao Minuto

21:12 - 16/04/19 por Lusa

Política PSD

um programa desenhado para apresentar em Bruxelas em período pré-eleitoral, mas infelizmente tivemos estes quatros anos perdidos, nada fizemos para preparar a economia portuguesa para quando o ciclo baixasse", salientou o dirigente aos jornalistas, à entrada para a tomada de posse do presidente da comissão política distrital do PSD Coimbra.

Salientando que o "ciclo [económico] está a baixar", Rui Rio frisou que o Governo não "preparou o país, como, provavelmente, não vai haver nenhum milagre, e nós não vamos ter a economia a crescer mais do que aquilo que são as projeções de todos os organismos internacionais".

O Governo reviu em baixa o crescimento da economia para 2019, apontando agora para 1,9% no Programa de Estabilidade para 2019-2023 que hoje foi entregue na Assembleia da República.

A nova previsão traduz um decréscimo de 0,3 pontos percentuais (p.p.) face aos 2,2% que o Governo antecipava no Orçamento do Estado, mas supera as previsões dos restantes organismos.

"Para 2019, o Ministério das Finanças prevê um crescimento do PIB em termos reais de 1,9%, desacelerando em relação ao crescimento de 2,1% observado em 2018. A desaceleração prevista deve-se a um decréscimo do contributo da procura interna (de 2,8 p.p. em 2018 para 2,1 p.p. em 2019), por via das menores taxas de crescimento previstas para o consumo privado e para o consumo público", refere o documento.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório