Meteorologia

  • 22 JULHO 2019
Tempo
28º
MIN 21º MÁX 33º

Edição

PSD apresenta hoje 21 candidatos ao Parlamento Europeu

O PSD apresenta hoje os seus 21 candidatos efetivos às eleições europeias de 26 de maio, no Luso (Aveiro), com intervenções do presidente Rui Rio e do cabeça de Lista Paulo Rangel.

PSD apresenta hoje 21 candidatos ao Parlamento Europeu
Notícias ao Minuto

06:10 - 05/04/19 por Lusa

Política Europeias

Também Carlos Moedas, mandatário nacional para as europeias e comissário europeu para a Investigação, Ciência e Inovação, fará uma intervenção.

A apresentação chegou a estar marcada para o sábado passado, mas foi adiada devido à morte e cerimónias fúnebres do histórico assessor de imprensa do partido Zeca Mendonça, que faleceu em 28 de março, aos 70 anos.

A lista do PSD ao Parlamento Europeu foi apresentada em Conselho Nacional em 13 de março, e aprovada com 91% dos votos, por votação secreta.

Nas europeias, a lista do PSD será encabeçada pelo eurodeputado Paulo Rangel e terá como 'número dois' a líder da juventude do Partido Popular Europeu, Lídia Pereira.

A lista, totalmente paritária, integra como 'número três' o atual eurodeputado José Manuel Fernandes, a ex-ministra Graça Carvalho em quarto e o presidente da Câmara da Guarda, Álvaro Amaro, em quinto.

A eurodeputada Cláudia Aguiar, indicada pela Madeira, será a sexta candidata do PSD ao Parlamento Europeu, seguida, no sétimo lugar -- já considerado de eleição incerta - pelo atual eurodeputado Carlos Coelho.

Há cinco anos, o PSD concorreu às europeias em coligação com o CDS-PP e ficou em segundo lugar com 26,7% (7 eurodeputados, seis dos quais do PSD), atrás do Partido Socialista.

O PSD dos Açores, que tinha indicado o nome do antigo Presidente da Assembleia da República Mota Amaral, recusou o oitavo lugar da lista (não indicando ninguém), que coube a Ana Miguel dos Santos, especialista em segurança na ótica jurídica, atualmente a viver em Cambridge.

Seguem-se, em lugares já de eleição quase impossível, a licenciada em Direito Sónia Cristina Silva dos Ramos, o advogado Teófilo Araújo dos Santos, a doutorada em Direito Económico e Financeiro Vânia Neto, o licenciado em Direito Ricardo Morgado, o doutorado em Relações Internacionais Cristiano da Ponte Cabrita.

Maria Alice Antunes, licenciada em Ciências Sociais, é a 14.ª da lista, seguida de Bruno Moura Ferreira, licenciado em Comunicação e Multimédia, de Sónia Cortez dos Santos, licenciada em Economia e de Carlos Vieira, licenciado em Gestão.

Paula Calado Fevereiro, licenciada em Ensino de Português e Inglês, Maria da Conceição Gomes Pires, licenciada em Enfermagem, Hugo Ferrinho Lopes, indicado pela JSD, e Ana Mafalda de Taborda Costa Lourenço, licenciada em Direito, completam a lista dos sociais-democratas.

No total, a lista de 21 efetivos e oito suplentes integrará 15 mulheres e 14 homens.

Miguel Poiares Maduro, ex-ministro Adjunto e do Desenvolvimento Regional do Governo PSD/CDS-PP de Passos Coelho, aceitou simbolicamente integrar a lista social-democrata ao Parlamento Europeu no último lugar da lista, o 29.º, como "sinal de apoio".

Dos primeiros nomes da lista, três são atualmente eurodeputados do PSD: Paulo Rangel, José Manuel Fernandes, que sobe para número três (há quatro anos foi o sexto nome do PSD e o sétimo na lista conjunta com o CDS-PP), e Cláudia Aguiar, que tinha sido a número cinco do PSD há quatro anos (e sexta na lista conjunta).

Dos restantes três membros da delegação do PSD no Parlamento Europeu, Carlos Coelho é indicado em posição considerada de eleição incerta e ficam fora da lista os ainda eurodeputados Fernando Ruas e Sofia Ribeiro.

A ex-ministra da Ciência e do Ensino Superior Graça Carvalho, já tinha sido eurodeputada entre 2009 e 2014 e é atualmente vogal da direção de Rui Rio.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório