Meteorologia

  • 19 AGOSTO 2019
Tempo
23º
MIN 20º MÁX 26º

Edição

Ir buscar famílias de jihadistas? "Nível inimaginável de estupidez"

O líder do movimento Chega e cabeça-de-lista às Eleições Europeias da coligação com o mesmo nome não poupa o Governo a críticas.

Ir buscar famílias de jihadistas? "Nível inimaginável de estupidez"

O semanário Expresso noticiou, este sábado, que o Governo liderado por António Costa está a ponderar repatriar para Portugal três mulheres portuguesas e 20 crianças lusas ou lusodescendentes que se encontram em campos de detenção na Síria.

Segundo o mesmo jornal, trata-se de mulheres e filhos de jihadistas que morreram a combater pelo Daesh ou que acabaram presos pelas forças da coligação internacional.

Para André Ventura, esta é uma notícia inaceitável. “Estamos mesmo a um nível inimaginável de estupidez”, escreveu o ex-vereador de Loures na sua página de Facebook.

A este propósito, o cabeça-de-lista às Eleições Europeias pela coligação Chega – que reúne o PPM, o PPV/CDC, o Chega e o Democracia 21 – acrescenta, em tom irónico, que “já agora também podíamos pagar-lhes as propinas da universidade e dar-lhes uma casa em Lisboa”.

Consciente de que as suas palavras podem gerar polémica, André Ventura é o próprio a admitir que poderá vir a ser alvo de “mais um daqueles ridículos processos da Comissão para a Igualdade e Contra a Discriminação Racial” devido às suas declarações. Mas, ainda assim, não se coíbe de criticar tal intenção do Executivo.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório