Meteorologia

  • 22 NOVEMBRO 2019
Tempo
15º
MIN 13º MÁX 18º

Edição

Greve às aulas pelo clima foi "exemplo deseducativo e lastimável"

Manuela Ferreira Leite critica a greve pelo clima que, na sexta-feira passada, juntou milhares em várias cidades do país, mas também mundo fora.

Greve às aulas pelo clima foi "exemplo deseducativo e lastimável"

Na sexta-feira passada, dia 15 de março, milhares de jovens fizeram greve às aulas para se manifestarem em defesa do Planeta, exigindo que os políticos atuem no sentido de travar as alterações climáticas.

Para Manuela Ferreira Leite, a greve às aulas foi algo “quase impensável”. No seu habitual espaço de comentário na TVI 24, a ex-ministra das Finanças afirmou que para as crianças “deve ter sido divertidíssimo – foram para rua, gritar e pular" -, no entanto, na sua opinião, esta ação não foi a melhor forma de lidar com o problema das alterações climáticas

Entende a social-democrata que deu-se-lhes “a ideia que existe um problema que não é deles” e que “haverá alguém que deve resolvê-los e por isso eles vão protestar para chamar a atenção para que alguém os resolva”. E isso, apontou, “é exatamente a atitude normal da criança: faz a asneira e espera que alguém a resolva”.

Na opinião de Ferreira Leite, ao invés de uma greve às aulas, dever-se-ia discutir quais os comportamentos que todos devemos alterar no dia a dia para mitigar o efeito das alterações climáticas.

“A alteração do comportamento relativamente às alterações climáticas que são absolutamente essenciais se queremos levar a bom termo esses programas de alterações climáticas devem levar a que os jovens façam, por exemplo, propostas de alteração dos seus comportamentos. Quais os comportamentos que devem ser alterados na sua vida”, referiu, lembrando inclusive que “estamos até perante a geração do automóvel”. “As crianças atualmente praticamente só sabem andar de automóvel”, atirou.

Para a comentadora, “tinha de se lhes dar a entender que não tinham de ir reclamar contra alguém”, mas sim que “resolvessem este problema”. “Tinha de se lhes dizer ‘vocês são atores’, todos nós somos, do que se está a passar. Todos nós temos uma quota de responsabilidade no que se está a passar”, defendeu.

Em jeito de conclusão, Ferreira Leite considerou a greve pelo clima “um exemplo deseducativo e lastimável”, sublinhando ter sido melhor ação ir limpar o lixo à beira do mar ou fazer-se um debate com os professores sobre quais os comportamentos a alterar no dia a dia, como gastar menos tempo no banho.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório