Meteorologia

  • 21 MAIO 2019
Tempo
16º
MIN 14º MÁX 17º

Edição

Penas de prisão. PCP não precisa de "medidas especiais" para cumprir lei

O secretário-geral do PCP garantiu hoje que o partido não precisa de "medidas especiais" para que a lei seja cumprida, referindo-se à proposta de pena de prisão para políticos que não apresentem os seus rendimentos.

Penas de prisão. PCP não precisa de "medidas especiais" para cumprir lei
Notícias ao Minuto

11:30 - 11/03/19 por Lusa

Política Reação

"Da parte do Partido Comunista Português, quero garantir com uma grande tranquilidade que aquilo que existe no partido é o cumprimento integral das exigências que as leis, normas e regimento que a Assembleia da República coloca. Pela nossa parte não são necessárias quaisquer medidas especiais ou medidas a somar às que existem para que a lei seja cumprida", frisou Jerónimo de Sousa.

O líder comunista falava aos jornalistas no Cais do Sodré, em Lisboa, após ter efetuado a travessia fluvial com ligação Seixal, onde afirmou que "não pode falar pelos outros" partidos, mas que os deputados eleitos pelo PCP estão em condições de responder "à exigência da legalidade e à transparência necessária".

O secretário-geral do PCP referia-se à notícia avançada hoje pelo Jornal de Notícias, de que Parlamento vai avançar com uma proposta legislativa de aumento do escrutínio financeiro a políticos ministros, deputados, autarcas, juízes e magistrados judiciais que ocultem ou falhem nas atualizações de declarações de rendimentos, o que poderá ser punível com pena de prisão até três anos.

Ainda assim, Jerónimo de Sousa admitiu não conhecer o "conteúdo das sanções", nem de "quem são", mas sublinhou que tais medidas não seriam aplicadas ao PCP.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório