Meteorologia

  • 25 ABRIL 2019
Tempo
13º
MIN 12º MÁX 14º

Edição

"Mais escandaloso" que pai e filha no Governo é "governo que não governa"

A líder do CDS-PP relativizou hoje as críticas do PSD por se sentarem no Conselho de Ministros um pai e uma filha, após a remodelação, afirmando que "o mais escandaloso" é ver "um Governo que não governa".

"Mais escandaloso" que pai e filha no Governo é "governo que não governa"
Notícias ao Minuto

16:31 - 19/02/19 por Lusa

Política Assunção Cristas

Este distanciamento de Assunção Cristas relativamente ao líder do PSD, Rui Rio, ficou expresso em declarações aos jornalistas, após um almoço, num hotel de Lisboa, da associação de amizade Portugal-EUA.

Assunção Cristas foi questionada sobre se concordava com Rui Rio, que na segunda-feira afirmou que as expectativas em relação à remodelação governamental "não são nenhumas", alertando para um certo "afunilamento", pois no Conselho de Ministros, "pela primeira vez na história de Portugal, senta-se marido e mulher [Eduardo Cabrita, ministro da Administração Interna, e Ana Paula Vitorino, ministra do Mar] e agora pai e filha [Vieira da Silva, ministro do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social, e Mariana Vieira da Silva, ministra da Presidência e Modernização Administrativa]".

"Acho escandalosas muitas coisas. Para mim, o mais escandaloso é ver um governo que não governa, transformado numa direção de campanha do PS, numa deriva ideológica à esquerda, muito visível no Serviço Nacional de Saúde e no esvaziamento da ADSE", afirmou.

E, para Assunção Cristas, um Governo que é "incapaz de manter um diálogo social produtivo não governa".

"Outras opções podem escandalizar-nos mais ou menos, mas no limite tudo se resume ao que disse" sobre as críticas ao executivo de António Costa.

A líder do CDS-PP justificou a moção de censura com "o esgotamento" do Governo, "incapaz de encontrar soluções" para o país e de só estar a pensar "nas próximas eleições".

Esta será a segunda moção de censura ao Governo minoritário do PS, chefiado por António Costa.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório