Meteorologia

  • 23 MARçO 2019
Tempo
22º
MIN 21º MÁX 23º

Edição

Abreu Amorim lembra Sócrates para falar de “atrevimento” de Santos Silva

Augusto Santos Silva considera que os adversários políticos facilitam a vida ao PS nestas eleições europeias porque são "caras do passado".

Abreu Amorim lembra Sócrates para falar de “atrevimento” de Santos Silva
Notícias ao Minuto

12:34 - 18/02/19 por Melissa Lopes 

Política Europeias

Como podem falar de futuro com as caras do passado?” Foi assim que Augusto Santos Silva abordou a opção de não incluir Francisco Assis na lista do PS às eleições europeias, encabeçadas pelo, até agora, ministro Pedro Marques, e a de seguir um rumo diferente dos rivais.

O ministro dos Negócios Estrangeiros falava na convenção dos socialistas que decorreu este fim de semana em Gaia, tendo afirmado que os adversários “facilitam muito” a vida ao PS e lembrado as “caras” que à Direita e à Esquerda disputam as eleições de maio.

Uns, por um lado, “duvidam e contestam o projeto europeu”. Outros, por outro lado, foram “sempre além da troika, sempre além da troika”. São “todos caras do passado”, disse.

Ora, para o social-democrata Carlos Abreu Amorim estas declarações de Augusto Santos Silva correspondem a um “atrevimento”.

Este senhor está a tentar ter graça, não está? Isto não pode ser a sério, pois não? Está a rir-se de si mesmo, não é?”, questiona, ridicularizando as afirmações do ministro socialista.

E remata afirmando que "ninguém pode ter um atrevimento tão dilatado". "Nem mesmo um ex-ministro e ideólogo de Sócrates”. 

Recorde-se que Paulo Rangel volta a ser cabeça de lista pelo PSD às europeias, assim como Nuno Melo, pelo CDS, Marisa Matias, pelo Bloco de Esquerda, e João Ferreira, pela CDU.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório