Meteorologia

  • 22 MARçO 2019
Tempo
17º
MIN 15º MÁX 20º

Edição

"António Costa está a dar palco pesado a todos os que lhe podem suceder"

Marques Mendes considera que o primeiro-ministro apostou na prata da casa para esta remodelação no Governo. Executivo fica mais coeso e mais preparado para o combate em ano de Legislativas.

"António Costa está a dar palco pesado a todos os que lhe podem suceder"
Notícias ao Minuto

22:00 - 17/02/19 por Notícias Ao Minuto 

Política Luís Marques Mendes

Os nomes da remodelação no Governo de António Costa foram aceites por Marcelo Rebelo de Sousa e divulgados no site da Presidência da República. No seu espaço de comentário semanal na SIC Notícias, Luís Marques Mendes analisou as mexidas feitas pelo primeiro-ministro.

“Acho que é uma remodelação em circuito fechado. Ou seja, é tudo prata da casa. Embora seja prata de qualidade na maior parte dos casos. É o núcleo duro do Partido Socialista. O Governo fica de alguma forma mais fechado, mas é um Governo de combate, a pensar nas eleições Legislativas (…) Deriva mais à Esquerda, a ala Esquerda do PS ganha mais peso neste Governo. Isso vê-se com Pedro Nuno Santos, que torna-se um super-ministro, e com Duarte Cordeiro que assume uma pasta essencialíssima, a dos Assuntos Parlamentares”, destacou.

O comentador salientou ainda que estas alterações “confirmam o peso político de Pedro Nuno Santos que é dado como o provável sucessor de António Costa”. Para Marques Mendes “pode-se mesmo dizer que esta é a remodelação de Pedro Nuno Santos”.

“Fica num ministério que bem gerido – e ele sabe gerir politicamente – é popular, sobretudo no futuro com o arranque do investimento público”, sublinhou ainda o antigo líder do PSD, que frisa que António Costa está a pensar no futuro do PS ao apostar em eventuais sucessores.

“A pouco e pouco, António Costa está a dar palco, e palco pesado, a todos aqueles que lhe podem suceder”, referindo-se a Fernando Medina, que herdou a Câmara Municipal de Lisboa, a Pedro Nuno Santos que chegou agora a ministro das Infraestruturas e da Habitação e a Pedro Marques, o cabeça-de-lista do PS para as Europeias.

“Falta Ana Catarina Mendes, que é necessária no partido mas que julgo que será ministra se o PS vencer as eleições”, disse Marques Mendes.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório